Categoria: Política

FICHA LIMPA ATINGE CINCO PREFEITOS DA REGIÃO

O nosso premiado prefeito foi destaque no Diário da Região, neste final de semana. A notícia cita, no entanto, apenas um dos três casos em que Parini já foi condenado em segunda instância. Abaixo, um trecho do que foi publicado pelo Diarioweb:

Pelo menos sete prefeitos e potenciais candidatos à chefia do Poder Executivo na região estão barrados pela lei da Ficha Limpa, impedidos de disputar eleições por oito anos. O número pode ser bem maior, já que o Diário levou em consideração neste levantamento apenas condenações por improbidade, com suspensão dos direitos políticos, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Estão inelegíveis, de acordo com a lei complementar 135/2010, os prefeitos de Jales. Humberto Parini (PT); de Pontes Gestal, Ciro Antonio Longo (PSDB); de Cardoso, João da Brahma de Oliveira e Silva (DEM); de Ouroeste, Nelson Pinhel (PTB) e de Dolcinópolis, Onivaldo Batista (PSDB), além dos ex-prefeitos de Mirassol, Edilson Garcia Coelho (PR) e de Valentim Gentil, Liberato Caldeira (PP). Dos prefeitos, Brahma, Pinhel e Batista poderiam tentar a reeleição.

Dentre os prefeitos da região enquadrados pela Ficha Limpa o que administra a maior cidade é Humberto Parini, condenado por improbidade em agosto de 2009 por fraude e dispensa de licitação na contratação de mão de obra para execução de guias e sarjetas no município.

Segundo o Ministério Público, Parini teria direcionado uma carta-convite no valor de R$ 70,4 mil para empresa criada especialmente para vencer a disputa. “As provas coligidas em juízo demonstram que, sob sugestão do corréu Humberto Parini, criou-se uma empresa por pessoas inexperientes na prestação de serviços de mão de obra em construções e edificações, para se beneficiarem de contratos administrativos”, escreveu o desembargador Francisco Vicente Rossi no acórdão que condenou Parini com base no artigo 12, inciso II, da Lei de Improbidade Administrativa. “O conluio entre os réus sobejamente brilha nos autos”, considerou o desembargador.

Procurado na última semana para se manifestar sobre o assunto, Parini estava em viagem. O secretário de Comunicação de Jales, Chico Melfi, afirmou que o processo em questão está em grau de recurso no Superior Tribunal de Justiça, e que por estar no segundo mandato o prefeito não é candidato nas eleições deste ano

A notícia completa, do Diarioweb, pode ser lida aqui.

VEREADOR TUCANO ACUSADO DE COMANDAR QUADRILHA É CASSADO

A notícia é do portal Terra:

Preso desde agosto de 2011 pela acusação de comandar uma quadrilha que roubava café na região de Caconde, no interior de São Paulo, o vereador e ex-presidente da Câmara, Luis Fernando Almeida de Moraes (PSDB), teve seu mandato cassado na tarde de sexta-feira, depois de uma sessão que durou cinco horas.

A Comissão Processante concluiu que ele quebrou o decoro parlamentar ao, supostamente, se envolver no roubo de café. Ao ter sido – e continuar – preso, Moraes feriu a integridade política da Câmara, segundo a comissão.

Ainda conforme o relatório final, ele descumpriu a função de fiscalizador ao comprar e vender café sem pagar impostos. O vereador também é acusado de utilizar o aparelho celular da Câmara para conversar com outros envolvidos no crime.

Moraes teve o mandato cassado por 7 votos a 1. O vereador e os demais integrantes da suposta quadrilha são acusados roubarem 104 sacas de café, avaliadas em R$ 40 mil.

SERRA SOBE 9 PONTOS E LIDERA VOTO EM SP, DIZ DATAFOLHA

A notícia é do portal iG:

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (3) mostra o pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, em primeiro lugar entre as intenções de voto do eleitorado paulistano. Dias após anunciar sua candidatura, ele tem 30% das intenções, segundo a pesquisa. Em relação ao levantamento anterior, de final de janeiro, Serra subiu 9 pontos porcentuais. Em segundo lugar ficou Celso Russomanno (PRN), com 19%, com avanço de 2 pontos. Fernando Haddad, do PT, tem 3%, caindo 1 ponto sobre a pesquisa anterior.

Segundo o levantamento, a terceira colocação entre as intenções de voto ficou com Netinho de Paula (PCdoB), com 10%, um ponto a menos do que no final de janeiro. Em quarto está Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, com 8%, estável ante a pesquisa anterior. Soninha Francine (PPS) tem 7%, registrando queda de 2 pontos nas intenções de voto, e está empatada com Gabriel Chalita (PMDB), que também tem 7%, um ponto a mais do que em janeiro.

A notícia completa, do iG, pode ser lida aqui.

E POR FALAR EM CONTAS DESAPROVADAS…

Como já foi amplamente divulgado (veja aqui), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, na quinta-feira (01/03), que os políticos com contas desaprovadas não poderão concorrer nas eleições municipais  previstas para outubro deste ano. Ainda não sei quais os efeitos que a decisão do TSE produzirá aqui em Jales, mas, à primeira vista, pelo menos uma pseudo candidatura pode estar indo para o vinagre.

O ex-PSOL Juliano Matos, que foi “candidato” a deputado federal, em 2010, parece não ter acertado suas contas com a Justiça Eleitoral. Vejam isso:

PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 9615-36.2010.6.26.0000
ORIGEM: JALES-SP
RELATOR: DESEMBARGADOR PENTEADO NAVARRO
INTERESSADO(S): JULIANO VALERIO MATOS MARIANO OU
JULIANO VALERIO DE MATOS MARIANO – Nº 5030

DECISÃO: DESAPROVARAM AS CONTAS. V.U.

SENADO TEVE PAUTA AGITADA

Neste sábado, no bar do Clube do Ipê – por sinal, muito bem conduzido pelo trio Neca, Rui e Roberta – tivemos mais uma movimentada sessão do senadinho. Até o “senador” Pedro Callado, que andava meio ausente das sessões, apareceu por lá. E ele reapareceu lançando idéias que pregam a união das várias correntes partidárias que adornam o cenário político  local.

Para o doutor Callado – que escreveu belíssimo artigo, para A Tribuna, sobre o jornalista Paulo Aruca – já está na hora de os políticos jalesenses se unirem em nome dos interesses da cidade, que, na opinião dele, são muito mais importantes que os interesses deste ou daquele grupo político.

O imaginário e inimaginável arco de alianças do doutor Callado inclui até o PT e o PSDB, possibilidade que agitou a sessão do senadinho. “Por que não? Afinal, a cidade ainda depende – e muito – tanto do apoio do governo federal (PT), como também do governo estadual (PSDB)”, argumentou o “senador”.         

ALCKMIN LIBERA R$ 9 MILHÕES PARA CONSTRUÇÃO DE FORUM EM ILHA SOLTEIRA

E, de quebra, o governador ainda anunciou a liberação de recursos para a construção de 300 casas populares. Mas, casas populares mesmo! Dessas que a prestação não passa de R$ 100,00. E quem mandou a notícia foi a assessoria de imprensa do deputado Carlão Pignatari(PSDB):

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) acompanhou o governador do Estado, Geraldo Alckmin, em visitas que fez a várias cidades da região Noroeste, no último sábado (dia 25). A comitiva de Alckmin esteve nas cidades de Guararapes, Lavínia e Ilha Solteira.

Em Ilha Solteira, o governador liberou recursos para diversas obras, entre as quais R$ 9.269.527,96 para a construção do prédio do Fórum, que contará com três varas judiciais. O pedido desses recursos foi feito pelo deputado Carlão Pignatari ainda em 2011. Na oportunidade, o deputado reivindicou R$ 56 milhões de verbas para execução de obras no município de Ilha Solteira. O Fórum de Ilha Solteira funciona numa antiga escola e não atende satisfatoriamente à demanda da população.

Na cidade, o governador ainda inaugurou as obras da primeira fase da revitalização da Avenida Brasil, com a construção de uma ciclovia; a reformulação interna do Centro Ilhense de Eventos e Convenções e visitou o Hospital Regional, para o qual também anunciou a liberação de recursos da ordem de R$ 4 milhões para obras da pediatria e maternidade e aquisição de equipamentos, a pedido do Frei Francisco, juntamente com o deputado Carlão Pignatari.

Alckmin anunciou ainda construção de 300 casas populares e R$ 250 mil para construção da sede da Orquestra Popular Caipira de Viola “Urubupungá”. O presidente da Orquestra, Antonio Carlos Rocha, entregou a documentação a Alckmin e solicitou o apoio de Carlão para a liberação dos recursos.

CAMPANHA ELEITORAL ANTECIPADA PODE SER PUNIDA COM MULTA

O jornal A Tribuna publicou matéria, neste final de semana, na qual cita que, em algumas cidades do Brasil, a campanha eleitoral antecipada está sendo punida pela Justiça Eleitoral. Segundo a matéria, o Ministério Público Federal Eleitoral estaria recomendando aos promotores e procuradores eleitorais a adoção de medidas para coibir a prática de propaganda eleitoral antecipada.

Aqui em Jales, a chefe do Cartório Eleitoral, Kátia Alessandra Boschetti, não confirmou se já recebeu alguma reclamação ou representação contra a suposta antecipação da campanha. Ela disse, de outro lado, que não compete ao Cartório dizer o que caracteriza ou não a propaganda antecipada.

“Essa é uma questão que cabe ao Ministério Público e à Justiça Eleitoral. O que nós podemos recomendar é que os pré-candidatos sejam cautelosos em suas ações, para não correrem riscos de levar uma multa. Quanto à iniciativa de uma eventual representação, ela deve partir de quem estiver se sentindo prejudicado. A nós, aqui do Cartório, compete apenas protocolar a representação e encaminhá-la ao promotor eleitoral”,  esclarece Kátia.

A matéria de A Tribuna pode ser lida aqui. Abaixo, alguns adesivos que estão circulando pela cidade:

 

 

 

 

 

 

 

JORNAL DE JALES: PESQUISA DO PMDB MOSTRA TRÊS PRÉ-CANDIDATOS À FRENTE

O jornalista Deonel Rosa Júnior publicou, na coluna Fique Sabendo do Jornal de Jales, alguns comentários sobre uma pesquisa realizada em Jales, por encomenda do diretório estadual do PMDB. De acordo com o jornalista, a eleição para prefeito, em Jales, estaria em aberto, uma vez que pelo menos quatro pré-candidatos teriam obtido índices de intenção de votos acima de dois dígitos.

Dos quatro, três estariam disputando a liderança “cabeça a cabeça”. Deonel cercou-se de todos os cuidados ao divulgar a pesquisa, já que, em 2004, recebeu uma multa de mais de R$ 50 mil por dar publicidade a uma pesquisa sem registro em Cartório. Apesar da linguagem cifrada, dá para perceber que a pesquisa não apresenta grandes novidades, a não ser a avaliação da administração Parini, que, segundo o jornalista, estaria  melhor que os índices alcançados por Kassab no último DataFolha.

Se você não sabe, no último DataFolha, o “bom/ótimo” de Kassab alcançou 22%. E se você ainda não leu os comentários sobre a pesquisa do PMDB, publicados no Jornal de Jales, então, veja aqui.  

CÂMARA APROVA DOAÇÃO DE TERRENO PARA CÁRITAS

Por unanimidade, a Câmara Municipal aprovou, na sessão de ontem, o projeto de lei que autoriza o prefeito Humberto Parini a fazer a doação de um terreno localizado na Rua das Palmeiras para a Cáritas Diocesana de Jales. No local, a Cáritas pretende desenvolver um projeto para atendimento a jovens dependentes de drogas

Os vereadores Luís Especiato(PT), José Roberto Fávaro(PSDB) e Osmar Pereira de Rezende(PMDB) discursaram em defesa da doação. Salatiel de Oliveira(DEM), que é pastor evangélico, foi outro que defendeu o projeto. O petebista Sérgio Nishimoto também foi favorável ao projeto, mas protestou contra a votação em regime de urgência. Explicando: nas votações em regime de urgência, os vereadores não podem pedir vistas para analisar melhor os projetos.

Na mesma sessão – que foi acompanhada pelo bispo dom Demétrio Valentini e colaboradores da Cáritas – foram aprovados dois requerimentos, ambos de autoria do vereador Rivelino Rodrigues, que geraram muita discussão. Um deles questiona o horário/dias de funcionamento e até o tipo de radar instalado pela Prefeitura. O outro pergunta sobre a anunciada – e até agora não efetivada – instalação de três semáforos.

Sobre este último requerimento, o líder do prefeito, Luís Especiato, apresentou a versão oficial do Paço, segundo a qual a empresa vencedora da licitação estaria assoberbada de serviço e pediu um prazo maior para a instalação. Mas a versão oficiosa é bem outra: a Caixa Econômica Federal ainda não teria liberado os recursos e a empresa, escaldada, não estaria disposta a fazer a instalação sem a certeza de que vai receber o pagamento no prazo combinado.

RECURSOS DESTINADOS POR CARLÃO PIGNATARI BENEFICIAM CCI DE GUARANI D’OESTE

A assessoria de imprensa do deputado Carlão Pignatari anda fazendo hora extra. O e-mail com a notícia abaixo chegou às 23:36, ainda no horário de verão. E reparem que a moça de blusa salmon, na foto acima, parece estar se preparando prá levantar vôo. Mas, vamos à notícia enviada pela Adriana:

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) participou da entrega de diversos equipamentos no CCI (Centro de Convivência do Idoso) de Guarani d‘Oeste , conquistados através de recursos por ele destinados, na manhã desta sexta-feira (dia 24/02), juntamente com o prefeito da cidade, Odair Vazarin, e a presidente do Fundo Social de Solidariedade e primeira-dama Morisa Helena. Também marcaram presença o vice-prefeito Valdir Floriano, o presidente da Câmara Municipal Gumercino Guimarães, vereadores, entre outras autoridades.

Ao discursar, o presidente da Câmara, Gumercino Guimarães destacou a atuação do deputado Carlão Pignatari, que foi o responsável pela conquista dos recursos para a aquisição dos equipamentos para o CCI. “O deputado Carlão, além de amigo, é uma pessoa simples e sempre se dispõe a nos ajudar. Sem dúvidas, faremos uma grande parceria. São esses deputados que precisam ser lembrados, pelos benefícios que trazem para nossa população”, disse.

Carlão disse que “os votos são muito importantes em uma eleição, porém, mesmo que tenham sido poucos em uma cidade ou outra, não significa que não vou trabalhar e cuidar da minha região. Quando se tem um governo sério, a cidade melhora, pois tem o comprometimento de pessoas honestas”.

O deputado acrescentou que “político não tem que ficar prometendo, mas sim comparecer às cidades para entregar e inaugurar obras, resultado de seu trabalho”.

Os equipamentos do CCI foram adquiridos com R$ 50 mil, recebidos da Secretaria estadual de Desenvolvimento Social. O convênio foi assinado pelo secretário Rodrigo Garcia, em dezembro do ano passado.

1 332 333 334 335 336 382