Categoria: Política

PARA COLEGAS DO DEM, RENÚNCIA AO MANDATO É O ÚNICO CAMINHO QUE RESTOU A DEMÓSTENES

A situação do senador Demóstenes Torres(DEM-GO), o ex-paladino da ética, está ficando cada vez mais insustentável. Vejam a notícia do blog do Josias:

O futuro político de Demóstenes Torres é considerado sombrio pelos próprios companheiros de partido do senador. Dissemina-se no DEM a avaliação de que Demóstenes tornou-se uma cassação esperando para acontecer.

O blog conversou com três partidários de Demóstenes (DEM-GO). Para evitar constrangimentos, pediram anonimato. Expressaram uma mesma opinião. Acham que não resta ao colega senão a opção de renunciar ao mandato de senador.

Avaliam que, permanecendo no Senado, Demóstenes apenas prolongará o suplício, expondo-se a um processo desgastante e inútil. Afora a cassação, tida como inevitável, prevê-se que o senador será desligado da tomada do DEM.

“O partido terá de expulsá-lo, sob pena de se desmoralizar”, disse um dos entrevistados. “Se o Demóstenes não renunciar, vai ter de se humilhar perante senadores que criticou. Gente como o Sarney e o Renan”, disse outro.

Demóstenes foi implacável com José Sarney e Renan Calheiros nas crises que tisnaram as presidências de ambos no Senado. Cobrou o afastamento de Sarney em 2009. E o de Renan em 2007.

A notícia completa do blog do Josias, inclusive com detalhes sobre as novas revelações das escutas telefônicas realizadas pela Polícia Federal, pode ser lida aqui.

RARIDADE: A PRIMEIRA E ÚLTIMA EDIÇÃO DO ‘ALERTA VERMELHO’

Normalmente, esse tipo de panfleto apócrifo é distribuído durante campanhas eleitorais, uma forma covarde de difamar adversários. Em Jales, onde sempre acontece alguma coisa diferente, já se fabricou panfletos até para difamar aliados, como foi o caso do papelucho escroto distribuído nas eleições de 2008, com calúnias contra políticos e agregados. Sabe-se que ele partiu de uma mente doentia.  

Já o panfleto acima e ao lado – o Alerta Vermelho, lembram-se dele? – foi distribuído alguns meses depois da posse do prefeito Humberto  Parini, em 2005.  Reparem que até o aprendiz de blogueiro foi personagem da peça, mas as críticas maiores se concentraram na perda dos empregos que, supostamente, seriam criados pela WAP Molas. Sobrou também para o ex-vereador Gilbertão, que, àquela época, era aliado de Parini. Felizmente – ou infelizmente? – o Alerta Vermelho não passou da primeira edição.    

E AGORA, DEMÓSTENES?

E a situação do senador Demóstenes Torres – o tucano que se apresenta como o paladino da ética, da moral e dos bons costumes – está ficando cada vez mais complicada. Hoje, surgiram novas denúncias sobre as relações do senador com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. E o que é pior: as denúncias chegaram à tela da Globo, normalmente avessa a noticiar as agruras de seus amigos demo-tucanos. Vejam, abaixo, o que foi publicado sobre o caso no blog do Josias:

Post Scriptum: na verdade, o Demóstenes não é tucano, conforme observou o João Missoni, em comentário. Ele é filiado ao DEM-GO. O que vem a ser quase a mesma coisa. 

Em relatório enviado à Procuradoria Geral da República, a Polícia Federal informou que o senador Demóstenes Torres, líder do DEM, pediu dinheiro ao bicheiro e explorador de caça níquéis Carlinhos Cachoeira.

A notícia ganhou as páginas do Globo. De acordo com o jornal, o documento da PF foi enviado à Procuradoria em 15 de setembro de 2009. E o procurador-geral da República Roberto Gurgel nada fez.

O relatório baseou-se em investigações que varejaram os negócios ilícitos de Cachoeira na cidade goiana de Anápolis.

Trata-se de apuração anterior à recente Operação Monte Carlo, que resultou na prisão de Cachoeira e Cia..

O trabalho da PF incluiu a realização de escutas telefônicas. Num dos grampos, anota o relatório, Demóstenes pede a Cachoeira que pague uma despesa de R$ 3 mil. Coisa relativa à utilização de um táxi aéreo.

No mesmo documento, a PF menciona indícios que apontam para relações impróprias de dois deputados federais com Cachoeira: Carlos Leréia (PSDB-GO) e João Sandes Júnior (PP-GO).

Demóstenes conversava com Cachoeira por meio de um Nextel. Aparelho habilitado “nos Estados Unidos”, na expectativa de que fosse imune a grampos.

Ouvido, Antônio Carlos de Almeida Castro, advogado de Demóstenes, confirmou que seu cliente usou o Nextel. Nada disse sobre o suposto pedido de dinheiro.

Procurado, Roberto Gurgel manifestou-se por meio da assessoria.

Mandou dizer: aguarda a conclusão da Operação Monte Carlo para saber se aciona ou não os parlamentares

 Mais notícias do blog do Josias sobre o caso, aqui e aqui.

SERVIDORES MUNICIPAIS REÚNEM-SE COM PREFEITURÁVEL DA OPOSIÇÃO

Na Prefeitura, o estadista e os assessores que o cercam alimentam a ilusão de que os servidores públicos nada têm a reclamar da administração petista, uma vez que recebem seus salários em dia. Mas, não é bem assim.

Segundo fontes bastante fidedignas, um grupo de cerca de 30 servidores esteve reunido, há alguns dias, com um dos prefeituráveis da oposição. Na pauta, o descontentamento dos servidores de vários setores da administração, os quais teriam manifestado apoio ao prefeiturável em questão.

DEPUTADO CARLÃO PLEITEOU RECURSOS PARA DOIS CRAS E PRAÇA DE VOTUPORANGA

Diferentemente de Jales – onde temos apenas um CRAS, recentemente transferido para o Jardim Arapuã – em Votuporanga existe bem mais que um CRAS. Vejam a notícia que me foi enviada pela assessoria do deputado Carlão Pignatari:

O deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) anunciou a conquista de R$ 550 mil para Votuporanga. Carlão recebeu em seu gabinete, nesta quarta-feira, o prefeito Júnior Marão (PSDB) e o presidente da Câmara Municipal, Mehde Meidão Slaiman Kanso (PSD), acompanhados do diretor jurídico da Câmara, Jerônimo Figueira da Costa Filho.

O deputado explicou que, dos recursos, R$ 250 mil serão para a revitalização da Praça Augusto Piacenti, no bairro Cecap I. Esse era um pedido antigo dos moradores do bairro e o deputado Carlão, junto com o prefeito Júnior Marão, conseguiu viabilizar o montante.

Segundo Carlão, os R$ 300 mil restantes serão destinados à construção de um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) no bairro São Cosme e uma unidade no Distrito de Simonsen.

Marão pediu, ainda, ao deputado Carlão Pignatari, que viabilize R$ 100 mil para a reforma do CRAS do bairro São João e mais R$ 100 mil para a reforma do CRAS no Jardim das Jabuticabeiras.

Por outro lado, o presidente da Câmara Municipal, Meidão Kanso, solicitou a ajuda do deputado para promover ações para conseguir a instalação de uma unidade do Restaurante Bom Prato na cidade. O deputado informou que encaminhará a reivindicação ao governador Geraldo Alckmin.

Os restaurantes Bom Prato são um projeto do Governo do Estado, desenvolvido pela Secretaria de Agricultura e do Abastecimento, e têm por objetivo oferecer à população de baixa renda refeições de qualidade a partir de um cardápio variado composto por arroz, feijão, carne, farinha de mandioca, salada, legumes, suco, frutas e pão, totalizando, em média, 1600 calorias.

O valor de cada refeição é R$ 3,25, contudo o Governo do Estado subsidia R$ 2,25, assim o usuário paga apenas R$ 1,00.

VERBA PARA ILUMINAÇÃO: AMIGO DE DIRCE REIS DESMENTE VERSÃO DE ANALICE FERNANDES

Parece não ser tão verdadeira assim a história contada ao Antena Ligada, pela deputada Analice Fernandes(PSDB), sobre uma verba liberada pelo governo estadual para a Prefeitura de Dirce Reis. Em entrevista ao noticioso, Analice insinuou que o prefeito Euclides Benini(DEM) estaria “segurando” a tal verba, conseguida por ela, por conta de uma picuinha política com o vice Marcelo Bernardo(PSDB) .

Pois bem, ontem um amigo, que mora em Dirce Reis, me ligou e deu outra versão para o caso. Segundo ele, a deputada teria prometido, antes das eleições 2010, uma verba de R$ 140 mil para investimentos na iluminação pública daquela cidade. No final de dezembro do ano passado, o convênio com o governo estadual – no valor de R$ 70 mil, metade do prometido – foi, finalmente, assinado.

Sobreveio, então, o recesso parlamentar e, somente no início de fevereiro, a Câmara aprovou as leis necessárias para execução do convênio. No dia 06 de março, após um processo licitatório, a Prefeitura de Dirce Reis  assinou contrato – no valor de R$ 69,9 mil – com a empresa ganhadora, a C & F Construções Elétricas, de Votuporanga. E, segundo o amigo que me ligou, a empresa solicitou alguns dias de prazo para iniciar a obra.

Portanto, garante o amigo, não houve nenhum “boicote” à utilização dos recursos obtidos pela deputada. Muito pelo contrário, diz ele, “a Prefeitura fez a licitação praticamente em tempo recorde e, agora, o início da obra só está dependendo da empresa ganhadora”.

Na foto lá de cima, o prefeito Cridão aparece ao lado do presidente do PSDB de Jales, Carlos Roberto Cardoso da Silva, o Cardosão, um dos principais apoiadores da deputada Analice Fernandes, na região. 

PRESIDENTE DA CÂMARA DE JALES VISITA LEGISLATIVO CATANDUVENSE

Agora vai! Vejam a notícia divulgada na sexta-feira passada pelo portal Notícia da Manhã, de Catanduva:

A Câmara de Catanduva é considerada exemplo em todo Estado, por esse motivo, presidentes das Câmaras de outros municípios fazem visitas para conhecer toda a estrutura da Casa de Leis catanduvense.

O presidente da Câmara de Jales esteve em Catanduva para visitar o Legislativo e conhecer toda a estrutura da Casa de Leis. Luiz Henrique Viotto foi recebido por Daniel Palmeira na tarde desta terça-feira.

O interesse de Viotto foi de se informar sobre os serviços prestados pelo Interlegis, programa desenvolvido pelo Senado Federal, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e como funciona o SAPL (o Sistema de Apoio ao Processo Legislativo).

Em Catanduva, o SAPL – desenvolvido pelo Interlegis – foi adotado em 2001. Uma importante ferramenta de transparência e divulgação de dados.

Aproveitando a visita, Viotto também conheceu a estrutura física da Câmara de Catanduva – Os estúdios de rádio e TV e plenário.

ITAMAR BORGES QUER TRANSFORMAR JALES EM ESTÂNCIA TURÍSTICA

Quem sabe não consigamos trazer o jacaré de volta! O deputado estadual Itamar Borges(PMDB) está apresentando, na Assembléia Legislativa, um projeto de lei (145/12) que transforma Jales em Estância Turística. O amigo deve estar se perguntando: “mas, que vantagem Maria leva?”

As vantagens são muitas. A principal diz respeito às verbas anuais que a cidade receberia dos governos federal e estadual, para investimentos em obras e medidas de incentivo ao turismo. Abaixo, a justificativa que acompanha o projeto do deputado Itamar Borges:

Jales começou a se formar no século XIX, quando colonos de Minas Gerais ocuparam a Fazenda Ponte Pensa. A fundação da cidade se dá em 1941 pelo engenheiro e agrimensor Euphly Jalles. Com uma população de aproximadamente 50 mil habitantes, Jales fica localizada no extremo noroeste do Estado de São Paulo.

A cidade se desenvolveu graças a sua rica agricultura, onde podemos citar as plantações de café, arroz, algodão e cereais. Hoje, a cidade se destaca pela produção de bovinos para abate, cana para indústria e, principalmente, pela produção de uva de mesa. Esse desenvolvimento agrícola centralizou Jales como a principal cidade de sua região no agronegócio, atraindo produtores da região, que utilizam Jales para adquirir insumos, maquinário e outros produtos utilizados na agricultura e pecuária.

Além disso, a cidade recebe, diariamente, milhares de alunos que freqüentam as aulas da ETEC, da FATEC, da Universidade Aberta Brasil, do Instituto Educacional Profissionalizante e da Unijales. Jales também se tonou referência nos serviços médico-hospitalares,possuindo, inclusive, uma unidade do Hospital de Câncer de Barretos, que atende pacientes dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais. Para se ter uma idéia, da inauguração do Hospital em Junho de 2010 a Dezembro do mesmo ano, a Unidade realizou 26.664 atendimentos a 4.966 pacientes, advindos de 165 municípios, 10 Estados e todos 100% SUS.

Outro pólo de atração de turistas é o Circuito Intermunicipal dos Grandes Lagos, que atrai turistas para a prática da pesca esportiva e esportes náuticos, além da gastronomia. A região é rica em belezas naturais, como cachoeiras, rios e lagos, propícios para passeios, práticas esportivas.

Desta forma, as características de Jales vêm de encontro com o novo conceito de cidade com atrativos turísticos que vem sendo trabalhado, tanto na Assembleia Legislativa, através da Comissão de Turismo, da Frente Parlamentar do Turismo e do Grupo de Estudos da Comissão de Estâncias, bem como pela Secretaria de Turismo. 

Neste novo conceito seriam criados os municípios de “potencial” ou “interesse turístico” e, estes municípios formariam um grupo que trabalharia seus potencias turísticos e, preenchidos determinados requisitos, ascenderiam à categoria de Estância. Assim, solicito aos nobres pares a aprovação desse projeto de lei. 

Sala das Sessões, em 15-3-2012

a) Itamar Borges – PMDB  

ANALICE FERNANDES E CRIDÃO: UMA RELAÇÃO EM CRISE

As relações entre o prefeito de Dirce Reis, Euclides Scriboni Benini(DEM), o Cridão, e a deputada Analice Fernandes(PSDB), já foram bem melhores. Ontem, no Antena Ligada, a deputada cutucada pelo repórter Claudinei Antonio, manifestou seu descontentamento com Cridão.

Segundo Analice, o prefeito de Dirce Reis ainda não utilizou uma verba liberada – a pedido dela – pelo governo estadual, por uma picuinha política com o vice-prefeito Marcelo Bernardo(PSDB). A deputada disse que vai oficiar a Câmara de Dirce Reis, a fim de que o Legislativo cobre a aplicação da verba e, caso os vereadores não tomem providências, ela promete recorrer ao Ministério Público.

Analice lamentou, também, que o prefeito Cridão não tenha honrado um suposto compromisso assumido com o vice-prefeito, Marcelo, que aparece ao lado da deputada, na foto acima. O acordo rezava que Cridão não concorreria à reeleição e apoiaria a candidatura de Marcelo. Agora, cá entre nós, a deputada já devia saber que não se deve confiar na palavra de políticos. 

EDINHO ARAÚJO COMUNICA INCLUSÃO DE EMENDA DE R$ 250 MIL PARA INVESTIMENTOS EM JALES

O presidente do PMDB local, João Missoni Filho, enviou e-mail para dizer que acabara de receber uma ligação do gabinete do deputado federal Edinho Araújo, comunicando a inclusão de uma emenda parlamentar no valor de R$ 250 mil, para investimentos em infraestrutura na área de turismo no município de Jales. A emenda de Edinho foi solicitada pelos peemedebistas de Jales.

Missoni aproveitou, também, para falar da atuação do PMDB local na conquista de recursos para a cidade. Segundo ele, o PMDB de Jales, que está aliado ao prefeito Humberto Parini, foi importante na liberação de verbas para a Santa Casa (R$ 100 mil de Itamar Borges; R$ 250 mil de Michel Temer e R$ 500 mil de Edinho Araújo).

Além dos recursos acima, o PMDB local e o deputado Itamar Borges  ajudaram, igualmente,  na conquista de um veículo para a Casa da Criança de Jales e de um ônibus escolar para a Educação. Missoni lembrou, também, que o peemedebista Itamar intermediou, junto ao CDHU,  a liberação de 200 moradias moradias populares, que estariam dependendo apenas do terreno a ser disponibilizado pela nossa Prefeitura.

1 334 335 336 337 338 386