COCHILO DEPOIS DO ALMOÇO FAVORECE A MEMÓRIA E O CORAÇÃO

Bastam apenas 15 minutos para que o seu organismo se beneficie com a soneca:

Em casa, ele já reinava absoluto. Nas empresas e escritórios, além de liberado, tem virado febre mundial. Se para alguns o cochilo (aqueles poucos minutos de sono) não faz a menor diferença ou é sinônimo de preguiça, para a maioria é tão valioso que revigora o corpo e fortalece a memória.

O fato foi recentemente comprovado por pesquisadores da Universidade de Berkeley, na Califórnia (EUA), após testes feitos com 39 jovens saudáveis. Os participantes tinham que decorar cem nomes e rostos na hora do almoço. Em seguida, uma parte deles era liberado para dormir.

Às 18h, o grupo voltava e precisava decorar outros cem nomes e rostos. A conclusão do estudo foi de que os 20 jovens que tiraram uma soneca apresentaram desempenho 10% melhor na tarefa, o que apontou para um melhor funcionamento do cérebro após a soneca.

Ao contrário do que muita gente pensa, o sono que bate logo depois do almoço não é consequência da ação da alimentação no organismo e sim, um instinto natural do nosso organismo, que reage assim quando nossas reservas de energia caem. O pneumologista Denis Martinez, do Instituto de Medicina e Sono, explica:

“Fomos nos adaptando à correria dos tempos modernos e deixando de cochilar na hora do almoço, mas a sesta é tradicional em muitos países (principalmente nos países europeus) até hoje, por ser uma necessidade biológica do ser humano já que por volta desse horário, as reservas de ATP e glicogênio que nos dão energia sofrem uma baixa. Nesses casos, o cochilo não indica nenhum tipo de distúrbio e não interfere na qualidade de sono à noite”.

NOIVA ABANDONADA TENTA PULAR DE PRÉDIO

É uma história de amor com um final triste, mas que poderia ter sido ainda mais trágica. Uma jovem chinesa de 22 anos foi fotografada ao tentar saltar do sétimo andar de um prédio.

A imagem impressionante mostra a jovem vestida de noiva ao ser agarrada por dois homens, que tentam, a todo o custo, segurar a mulher que se vestiu de noiva especialmente para o suicídio.

O desespero da noiva foi registado na cidade de Changchun, na China. A jovem tentava acabar com a vida, depois de o namorado ter terminado a relação quando já planejavam o casamento.

PMDB QUER O ESCALPO DE MACETÃO DE QUALQUER MANEIRA

O PMDB, como era de se esperar, não desistiu de tomar a cadeira do vereador Luiz Henrique Viotto, o Macetão. Nesta terça-feira, ao meio-dia, o partido protocolou um Recurso Especial contra as decisões do TRE-SP, que, por enquanto, estão resultando uma folgada vitória de três a zero para o Macetão. O PMDB tenta virar o jogo, mas, mesmo que isso aconteça, ainda restará ao vereador uma prorrogação.

A idéia de tentar tirar Macetão do cargo e entregá-lo ao segundo suplente do PMDB, Wilson Flumenau, partiu do prefeito Humberto Parini, mas tudo indica que, agora, é o partido quem está no comando das ações. Afinal, o prefeito já tem seus próprios problemas com a Justiça e, a essa altura do campeonato, ele deve estar mais preocupado em salvar o próprio escalpo.

A cassação de Macetão, ao que parece, tomou ares de questão de honra para o PMDB, depois que o vereador soltou alguns fogos de artifício na frente do prédio da Prefeitura. O espoucar dos rojões deve ter mexido com os brios dos peemedebistas. Abaixo, a publicação desta tarde na página do Tribunal de Justiça. 

Andamentos
Seção Data e Hora Andamento
CPRO 24/05/2011 16:13 Interposto Recurso Especial (Protocolo: 85.865/2011 de 24/05/2011 12:08:53). Interposto via fac-símile pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB de Jales – pelo Diretório Municipal contra os vv. acórdãos publicados em 12/04/2011 e 19/05/2011.

ESPECIATO CRITICA OS CRÍTICOS DE PARINI

Ontem, na sessão da Câmara, o vereador e líder do prefeito, Luís Especiato, usou novamente toda a sua retórica para rebater as críticas que vem sendo feitas ao governo Parini. Evidentemente que Especiato, ao fazer a defesa da administração, está apenas cumprindo o seu papel. Mas eu tenho quase certeza de que ele, sendo inteligente como é, faz isso apenas da boca prá fora. No fundo, Especiato sabe que a administração municipal tinha tudo para ser bem melhor do que isso que aí está.

Como disse Especiato, seria tolice não reconhecer que Jales teve alguns avanços nesses quase seis anos e meio de governo petista. É claro que teve, mas a cidade poderia e deveria ter avançado muito mais. O vereador citou como exemplo a Educação e lembrou que Parini construiu três novas escolas. Mas alguém aí está achando que Parini construiu essas escolas porque gosta de investir em Educação? Tenha santa paciência! O prefeito só construiu essas escolas porque ele, assim como todos os demais prefeitos, está obrigado a investir 25% das receitas anuais em Educação. Existe algum mérito nisso? Se existe, é da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Por falta de planejamento, todo final de ano o prefeito é obrigado a comprar alguma coisa, às pressas, para gastar o dinheiro da Educação. Foi assim, por exemplo, que ele colocou ar condicionado no Teatro Municipal. No final de 2007, o prefeito não sabia o que fazer para gastar os 25% e um advogado de São Paulo sugeriu que ele comprasse refrigeradores de ar para o Teatro, com o argumento de que, de vez em quando, a Educação utiliza aquele espaço para seus encontros e seminários.

No final de 2009, novamente apenas com o objetivo de gastar o dinheiro da Educação, o prefeito comprou um bocado de aparelhos de ar condicionado para algumas escolas municipais. Não tomou o cuidado, porém, de verificar se a rede elétrica das escolas comportavam a instalação dos aparelhos. Resultado: um ano e meio depois, boa parte desses aparelhos ainda não foi colocada prá funcionar.

PALOCCI VIRA GAME NA INTERNET APÓS COMPRA DE APARTAMENTO DE R$ 6,6 MILHÕES

Antonio Palocci já é game. Enquanto em Brasília a evolução patrimonial do ministro da Casa Civil é motivo de polêmica, na rede mundial de computadores, os internautas não perderam tempo e játransformaram Palocci em personagem de jogo. “Palocci! O cara!” foi criado praticamente em tempo real com as suspeitas envolvendo a empresa de consultoria do ministro. A dinâmica é simples: Palocci surge de dentro de buracos, e o internauta deve acertá-lo com socos. Quanto mais socos, mais pontos. A iniciativa reacende o debate: os games são apenas uma brincadeira ou fazem pensar a política?

O exercício da crítica, do deboche e da brincadeira é importante, pois não leva o poder a sério. A maneira mais efetiva de derrubar o poder é rir dele. Quando a gente contrapõe com riso e com ironia, a gente quer dizer que você não é sério. E essa desconstrução do poder político é importante – analisa Geraldo Tadeu Monteiro, diretor do Iuperj.

Geraldo Monteiro lembra que o deboche faz parte da política desde sempre. Ele lembra que o maior estadista grego, Péricles, tinha uma cabeça grande e que só se apresentava de capacete, sendo chamado de cabeção. Agora, os games cumprem também esse papel. Basta lembrar o jogo “Acerte a bolinha de papel no Serra”, que fez sucesso na rede na última eleição presidencial.

PROTESTO PEDE IMPEACHMENT DO PREFEITO DE CAMPINAS

Deu no Diário da Região: 

Cerca de mil pessoas não puderam entrar ontem no plenário da Câmara de Vereadores de Campinas (SP), que estava com todos os seus 570 lugares ocupados, segundo a Guarda Municipal, para a sessão desta noite, em que deve ser votada a formação de uma comissão processante para a abertura de um processo de impeachment contra o prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT). Manifestantes vestidos de palhaços, estudantes e funcionários públicos, entre outras pessoas protestavam dentro e fora da Casa. Elas pedem o impeachment do Dr. Hélio.

Uma rua paralela à Avenida da Saudade, onde fica a Câmara, foi fechada e todos os locais para estacionamento, ocupados. Um telão foi instalado para a transmissão da sessão. Duzentas cadeiras foram colocadas na rua, assim como o telão, para que as pessoas assistissem à sessão. A Guarda Municipal reforçou a segurança para evitar a invasão da Câmara por funcionários públicos em greve, que queriam acompanhar os trabalhos dentro da Casa.

O prefeito classificou de “arbitrária, golpe político e execração pública” as investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público (MP-SP) e da Polícia Civil que culminaram na prisão preventiva de onze pessoas, entre elas agentes públicos de sua administração e empresários ligados a empresas de prestação de serviço, na última sexta feira. Ele afirmou ainda que vai manter a primeira dama, Rosely Nassim Santos Jorge, no cargo de chefe do gabinete da Prefeitura. Ela tem habeas corpus preventivo, por isso não foi presa.

PROFESSORA AMANDA DIVULGA CAMPANHA QUE FICA ENTRE AS MAIS COMENTADAS DO TWITTER

A notícia está no portal Extra on Line:

A professora de português Amanda Gurgel aproveitou a fama repentina para divulgar uma campanha para o aumento da parcela do PIB dedicada à educação. Amanda pediu que os usuários do twitter postassem uma mensagem com a hashtag #dezporcentodopibja.

A solicitação surtiu efeito, já que a hashtag esteve nos top trends (palavras mais postadas) do site no domingo. Em média, três pessoas publicam a mensagem por minuto. A intenção é aumentar a parcela do PIB para dez por cento destinados à educação.

Amanda também convocou as pessoas para um ato público nacional no dia 31 de maio. Segundo ela, a manifestação começará pela internet e os detalhes serão decididos de forma coletiva, através da rede.

NO PAÍS, 54 CONSELHEIROS DE TRIBUNAIS DE CONTAS ESTÃO SENDO INVESTIGADOS

O colunista Cláudio Humberto divulgou em seu blog a lista dos 54 conselheiros de tribunais de contas que estariam sendo investigados em todo o País , e na relação constam seis nomes de Rondônia, entre conselheiros na ativa, aposentado e até de um que renunciou ao cargo.

Segundo Cláudio Humberto, “estão envolvidos em graves irregularidades cerca de 20% de todos os conselheiros de Tribunais de Contas do País, exatamente aqueles encarregados de fiscalizar a correta aplicação de recursos públicos pelos governos estaduais. O levantamento da Associação Nacional dos Procuradores de TCEs está em poder desta coluna. No total, estão sob suspeita, a maioria por corrupção, 54 conselheiros de 17 estados”, escreveu o colunista.

Eduardo Bittencourt de Carvalho e Robson Marinho, do Tribunal de Contas de São Paulo, estão na lista. O primeiro, está sendo investigado por suspeitas de movimentação de dinheiro oriundo de propinas, em contas nos Estados Unidos, além de denúncias de nepotismo (ele teria empregado 5 filhos em seu gabinete). O segundo está sendo acusado, entre outras coisas, de receber comissões ilícitas da multinacional francesa Alstom e de corrupção ativa e passiva envolvendo a construtora Camargo Corrêa.

YAMANDU COSTA – “CARINHOSO”

Agora eu estou indo lá prá Regional FM, onde, das 10:00 às 14:00 horas, apresento o Brasil & Cia, com o melhor da MPB. Deixo com vocês um vídeo onde o violonista gaúcho Yamandu Costa dá um show com seu violão de sete cordas, interpretando “Carinhoso”, do Pixinguinha. Vale a pena dar uma olhada: 

You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video

CASO FACIP 97: JUÍZA DECRETA INDISPONIBILIDADE DOS BENS DE PARINI

A juíza da 4a. Vara Judicial de Jales, Renata Longo Vilalba Serrano Nunes, aceitou a argumentação do Ministério Público e decretou a indisponibilidade dos bens do casal Humberto Parini e Rosângela Parini, visando resguardar o ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos, por conta da utilização de notas frias na prestação de contas da Facip 97, presidida por Parini, àquela época ocupando o cargo de vice-prefeito.

A juíza decretou também a ineficácia da doação do prédio e da chácara de propriedade do casal Parini, que haviam sido transferidos para os filhos, Humberto Parini Júnior e Maria Gabriela Alves Parini.

Como vocês se recordam, há alguns dias o Ministério Público local acusou o prefeito de estar tentando esconder seus bens com o objetivo de fraudar a execução da sentença que determinava a devolução de R$ 308 mil ao erário público. Reproduzo, abaixo, um trecho da decisão da juíza

 2. Tendo em vista que o executado Humberto Parini realizou doação com reserva de usufruto do imóvel objeto das matrículas nº 28.401 (fls. 20/23) e nº 23.365 (fls. 24/25) após sua citação na presente ação, declaro a ineficácia dos referidos negócios jurídicos, em razão de ter havido fraude à execução, intimando-se pessoalmente os donatários Maria Gabriela Alves Parini e Humberto Parini Júnior desta decisão. 3. Pelo mesmo motivo e para se evitar novas alienações de bens do executado no curso da demanda, decreto a indisponibilidade dos referidos bens (objeto das matrículas 28.401 e 23.365), devendo o Ministério Público indicar outros até o limite de R$ 308.000,00 como indicado em seu pedido de fls. 18, item “b”, para que não haja constrição acima do valor discutido. 4. Expeça-se ao CRI de Jales mandado de cancelamento dos registros de doação (R. 15) e de usufruto (R. 16) do imóvel descrito na matrícula nº 28.401e dos registros de doação (R. 07) e de usufruto (R. 08) do imóvel descrito na matrícula nº 23.365, devendo também ser registrada a indisponibilidade de tais bens. Int.
1 1.207 1.208 1.209 1.210 1.211 1.294