DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, a principal manchete destaca que prefeitos de várias cidades das regiões de governo de Jales e Fernandópolis enviaram ao prefeito Flá Prandi – conforme combinado em reunião na Câmara Municipal de Jales – documentos com sugestões para o enfrentamento conjunto da covid-19. Na segunda-feira (29/6), os prefeitos Flávio Prandi, de Jales, e Ademir Maschio, de Santa Fé do Sul, o secretário municipal de Saúde de Fernandópolis Ivan Veronesi e o médico Infectologista Maurício Favaleça se reuniram no plenário do legislativo jalesense com representantes de 21 cidades e autoridades para debater sobre medidas restritivas de prevenção e controle da doença. 

Entre as sugestões enviadas, destacam-se o uso obrigatório de máscara de proteção facial como condição obrigatória de ingresso e frequência eventual nos estabelecimentos em geral; rigorosa fiscalização pela Vigilância Sanitária e Polícia Militar, mediante ação em festas realizadas em chácaras, bares, ranchos, pousadas, etc; controle e fiscalização dos veículos de transportes coletivos; intensificação do monitoramento de todos os casos positivos, suspeitos e contatos para evitar o agravamento e necessidade de internação; e a criação do Disque-Denúncia para registro de ocorrências, com o objetivo de a população ajudar na fiscalização de aglomerações e descumprimento dos Decretos Estaduais.

Na coluna FolhaGeral, o denodado redator-chefe Roberto Carvalho está informando o número de óbitos ocorridos em cidades da região, por conta da covid-19. Surpreendentemente, a liderança é de Estrela D’Oeste, com 09 óbitos, seguida por Fernandópolis(08), Urânia(06), Jales(05), Pontalinda(04) e Santa Fé do Sul(03). O colunista diz que “o que assusta são as pequenas cidades com números relativos altos de casos de doença e mortes” e comenta que, de cada 100 pessoas infectadas apenas uma vai a óbito, sendo que 90% dos infectados pelo coronavírus apresentam sintomas como febre, tosse, dor de cabeça, alteração no olfato e no paladar. Ainda segundo o Roberto, “20% dos brasileiros mais pobres têm o dobro da infecção dos 20% mais ricos”. 

MINISTÉRIO PÚBLICO APURA DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES NO CONJUNTO HABITACIONAL “HONÓRIO AMADEU”

Com 99 casas, o conjunto “Honório Amadeu” foi inaugurado em fevereiro de 2019. Seus problemas começaram em 2011, antes da construção das casas, quando o então prefeito Humberto Parini escolheu um local totalmente inapropriado para doar à CDHU.

A notícia é do Jornal de Jales:

O promotor de justiça Wellington Luiz Villar, titular da 1ª Promotoria, instaurou Inquérito Civil para apurar ocorrência de dano ao consumidor por vícios de qualidade em casas populares construídas pela CDHU, localizadas no Conjunto Habitacional “Honório Amadeu”.

O representante do MP se manifestou em face de representação protocolada pela mutuaria Vânia Maria de Góis contra a CDHU.

Segundo a reclamante, as casas populares apresentam problemas de infiltrações, utilização de materiais frágeis e precários, pisos soltos e supervalorização dos imóveis no financiamento, o que redundou no aumento excessivo das parcelas.

A PEDIDO DO PT LOCAL, DEPUTADO ALEXANDRE PADILHA DESTINA R$ 100 MIL PARA SAÚDE DE JALES

A notícia é da assessoria de imprensa do PT de Jales:

O presidente do Partido dos Trabalhadores de Jales, Hilton Marques, confirmou nesta sexta-feira, 03, a destinação de R$ 100 mil para o enfrentamento da COVID-19.  O recurso foi um pedido feito ao ex-ministro da saúde e deputado federal, Alexandre Padilha, que será liberado do Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Municipal de Saúde de Jales, com  objetivo de ajudar no custeio neste momento de pandemia.

Hilton Marques, informou que gostaria que o recurso chegasse até a Santa Casa de Jales, uma vez que ela é uma das entidades que é afetada diretamente, pois precisa dar sempre respostas rápidas ao enfrentamento à COVID-19, atendendo assim a população de nossa cidade e região.

Hilton ainda informou que esta é uma das ações que tem trabalhado ao longo dos últimos anos, inclusive conseguiu junto ao ex-deputado estadual Zico Prado uma emenda de R$ 100 mil para custeio, que foi liberada em novembro do ano passado para a Santa Casa de Jales.  

“O PT de Jales esteve e sempre estará de portas abertas para receber as demandas da sociedade independente de qual seja, pois o nosso papel enquanto partido e dirigente deste partido é sempre dar voz e ser ferramenta da discussão de políticas públicas.  Temos uma ótima relação de amizade e trabalho com o deputado federal Alexandre Padilha e também com o deputado estadual Paulo Fiorilo, bem como, com tantas outras lideranças, que sempre tem nos atendido pontualmente em nossas reinvindicações”, assegurou o presidente do partido.

“Uma outra ação do PT de Jales, foi quando instalaram radares inteligentes ao longo da Rodovia Euclides da Cunha. Nós fizemos um pedido ao deputado estadual Paulo Fiorilo, que nos atendeu prontamente e requereu informações sobre os objetivos desses radares, se seria apenas para fiscalizar ou se também seria para levantar dados para uma futura instalação de pedágios em nossa região, algo que seria inaceitável, principalmente agora após o caos da pandemia em nosso país”, concluiu Hilton Marques.

EX-SECRETÁRIO ALDO NUNES PROCESSA PREFEITURA POR DANOS MORAIS

O ex-secretário Aldo José Nunes de Sá ingressou na Justiça local com uma ação de indenização por danos morais e materiais contra a Prefeitura de Jales. Nada, porém, a ver com a sua atuação como um dos mais destacados assessores da ex-prefeita Nice Mistilides.

Aldo está alegando – através de seu advogado, Juliano Matos – que foi cobrado pela Prefeitura por uma suposta dívida relativa a impostos atrasados, que, na verdade, já tinha sido paga.

E o problema não foi só a cobrança indevida, mas uma notificação emitida pela Prefeitura, avisando o ex-secretário de que o imóvel que originou a suposta dívida seria levado a leilão já na próxima terça-feira, 07/07. A notificação, explica o advogado de Aldo, causou sérios aborrecimentos ao seu cliente.

Além dos aborrecimentos, causou também algumas despesas, já que o ex-secretário teve que contratar um advogado para livrar o imóvel do leilão. Por conta dos aborrecimentos, ele está pleiteando R$ 15 mil em danos morais. E por conta das despesas, ele quer ser ressarcido em R$ 500,00, a título de danos materiais.

JALES REGISTRA 03 NOVOS ÓBITOS POR COVID NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

O boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Jales na tarde desta sexta-feira voltou a registrar números expressivos tanto de notificações quanto de casos positivos da covid-19, nas últimas 24 horas.

Foram notificados nada menos que 51 casos suspeitos em apenas um dia. Da mesma forma, foram confirmados 13 casos positivos, sendo 09 mulheres e 04 homens. Somente um dos 13 contaminados possui mais de 60 anos. Os demais possuem idades que variam de 22 a 56 anos.

Com isso, Jales contabiliza 249 casos positivos, dos quais 118 são considerados curados. Outros 122 estão em isolamento domiciliar e apenas 04 estão internados na enfermaria da Santa Casa. 

A pior parte ficou reservada para o final do boletim, abaixo reproduzida:

“Lamentamos informar três óbitos por Covid-19: um homem de 56 anos, que estava internado no Hospital de Base de São José do Rio Preto e faleceu na noite do dia 1º de julho, porém a confirmação da causa da morte foi comunicada na noite do dia 02; uma mulher de 59 anos que estava internada na UTI da Santa Casa de Jales e faleceu na noite do dia 02, e um homem de 61 anos que também estava internado na UTI da Santa Casa e faleceu na manhã de hoje, dia 03”.

De sua parte, a Santa Casa informou que, hoje às 10 horas da manhã, a taxa de ocupação da enfermaria era de 80% – ou seja, 08 dos 10 leitos estavam ocupados – enquanto a UTI adulto tinha 04 dos seus 06 leitos ocupados, resultando em uma taxa de 66,6%.

LAVA JATO VAI PRA CIMA DE JOSÉ SERRA COM UMA DÉCADA DE ATRASO

Do jornalista Leandro Fortes, no portal Jornalistas pela Democracia:

No momento em que a Lava Jato, em ruínas, é denunciada pela Agência Pública por ter mantido um relacionamento ilegal e incestuoso com o FBI, a facção de São Paulo lança-se sobre o moribundo José Serra, do PSDB, com pelo menos uma década de atraso.

Seria cômico, não fosse trágico.

Sabe-se, desde sempre, que Serra e a filha, Verônica, estavam enfiados em mil falcatruas de corrupção, blindados – também, desde sempre – pelo aparato tucano dentro do Poder Judiciário e do sistema de segurança pública de São Paulo.

Havia anos, a esquerda denunciava essa blindagem e as ligações de Serra, um farsante profissional, com esquemas de corrupção e com grupos golpistas. Não à toa, foi ministro das Relações Exteriores de Michel Temer, após o impeachment de Dilma Rousseff.

A Lava Jato decidiu partir para cima desse defunto insepulto porque não tem mais nada.

Sérgio Moro não passa de um zumbi do Twitter, lutando desesperadamente para não ser esquecido, escrevendo artigos anódinos para uma revista eletrônica de quinta categoria.

Os ratos da República de Curitiba zanzam apavorados, investigados, agora, pelas arbitrariedades e crimes perpetrados ao longo de uma trajetória infame.

Deltan Dalangnol, o menino prodígio do Ministério Público, segue um caminho inexorável em direção ao escárnio público – senão à cadeia, também.

Depois de destruir a indústria pesada nacional, entregar as riquezas do País a estrangeiros e trair as leis com a ajuda de agentes dos Estados Unidos, a Lava Jato caminha para o cadafalso.

É o preço que se paga, por se perder no caminho.

DEBORAH SECCO DIZ QUE FAZIA SEXO COM MARIDO DEZ VEZES POR DIA

Deve ser por isso que o Roger Flores pediu arreglo. A notícia – notícia? – é do UOL:

Deborah Secco, convidada do quadro “Cada um no Seu Banheiro”, do canal de YouTube de Sabrina Sato, falou à apresentadora sobre sexo e maternidade. Ela contou que, no início do relacionamento com Hugo Moura, hoje seu marido e pai de sua filha, Maria Flor, 4 anos, o casal transava em média dez vezes por dia.

Ao ser questionada sobre diminuição de frequência de sexo depois do nascimento da filha, Deborah confirmou que isso aconteceu, mas fez a ressalva: “Eu engravidei com dois meses de namoro, então a gente transava dez vezes ao dia, quando transava médio. A gente estava naquele momento em que só transava. Depois, a gente começou a conversar, transar e cozinhar, transar e ver um filme, mas antes era só transar”.

Ela disse, ainda, que ainda fazia sexo enquanto estava grávida, mas um pouco menos no início da gestação, por receio. “Mas no fim da gravidez, deu uma animada master”, contou.

Ela acredita que não perdeu o desejo pelo marido, mas que o casal não tem mais a possibilidade de ter mais momentos juntos. “Eu, no elevador, saindo para trabalhar, penso ‘PQP, que delícia, como queria’.”.

POLÍCIA DE RIO PRETO INVESTIGA SUPOSTA PROPINA A PREFEITO DE BÁLSAMO. CHEQUES FORAM DEPOSITADOS NA CONTA DE EMPRESÁRIO DE JALES

A notícia foi publicada pelo Diário da Região, edição de quarta-feira, 1º de julho. A matéria não cita o nome do empresário de Jales, em cuja conta foram depositados os cheques da suposta propina. Eis a notícia:

O Tribunal de Justiça (TJ-SP) acatou o pedido do Ministério Público (MP) e encaminhou para a Polícia Civil as investigações envolvendo o prefeito de Bálsamo, Carlos Eduardo Carmona Lourenço (MDB), o Du Lourenço (foto).

Ele foi denunciado pelo vereador Bruno Xavier (DEM) por um suposto pagamento de propina na doação de um terreno no Distrito Industrial “João Soares Geraldes”. A decisão é do desembargador Luiz Augusto Siqueira.

A investigação passa agora para o Setor de Combate ao Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro (Seccold) da unidade de Rio Preto do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). A suspeita é que o prefeito de Bálsamo teria recebido R$ 50 mil por uma área de 1,9 mil metros quadrados doada a um comerciante de Rio Preto.

O empresário do ramo de carnes teria feito o pagamento em cinco cheques de R$ 10 mil, compensados na conta de um empresário de Jales. A denúncia feita pelo vereador apresentou um cópia do que seria a declaração do contrato de doação.

Segundo o MP, a situação do terreno também gera dúvidas. A área não estaria regularizada no Cartório de Imóveis, sem ter sido formalmente loteada e não haver projeto para tanto. Além das pendências judiciais, o loteamento é falho.

Por telefone, o prefeito Carlos Eduardo disse que não ia comentar o assunto. “Já disse tudo o que tinha pra falar”, afirmou. Anteriormente, o prefeito falou ao Diário da Região que a denúncia tinha cunho político e que iria processar o comerciante.

MPF E PF INVESTIGAM RECEBIMENTO INDEVIDO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL NA REGIÃO DE JALES

Após pedido do Ministério Público Federal (MPF), a Polícia Federal está investigando se o auxílio emergencial concedido pelo governo federal foi pago a moradores da região de Jales, que não têm direito ao benefício. As averiguações têm como objetivo identificar tentativas de fraude, que caracterizam crime de estelionato majorado, previsto no Código Penal (artigo 171, §3º).

Para evitar problemas, até mesmo no âmbito judicial, a orientação é que os cidadãos façam a devolução espontânea do montante que eventualmente tenham recebido de forma indevida. O governo federal disponibilizou um endereço eletrônico para esse tipo de devolução, cujo formulário está disponível aqui.

TAXA DE OCUPAÇÃO DA UTI-COVID DA SANTA CASA ATINGE 100% NESTA QUINTA-FEIRA

Lembrando que, há alguns dias, foi noticiado que a Santa Casa recebeu mais 04 respiradores para a UTI Adulto, mas, pelo jeito, ainda não estão disponíveis. Ressalte-se, também, que foram anunciados mais 04 leitos na Enfermaria, o que elevaria o total para 14, mas, como se vê na tabela acima, o setor continua com 10 leitos. 

A notícia é do site do Matheuzinho, o FocoNews:

A UTI – Unidade de Terapia Intensiva, da ala de síndromes gripais da Santa Casa de Jales, atingiu na manhã desta quinta-feira, 02 de julho, 100% de ocupação. A ala é dedicada aos pacientes suspeitos ou positivos para Covid-19. No momento, são 02 pacientes de Jales, 02 de Urânia, 01 de Palmeira d’Oeste e 01 de Santa Salete que ocupam os 06 leitos de UTI.

Os leitos clínicos da mesma ala possuem 90% de ocupação. Isso representa 9 leitos ocupados de 10 disponíveis, segundo as informações disponibilizadas pela Santa Casa de Jales nesta manhã. Dos pacientes da enfermaria, 04 são de Jales, 01 de Aparecida d’Oeste, 01 de Pontalinda, 01 de Santa Albertina, 01 de São Francisco e 01 de “outra cidade que não teve o nome divulgado”.

1 2 3 4 5 1.444