PASSEATA É DESTAQUE NO DIA NACIONAL DE COMBATE AO ABUSO E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Passeata07

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

Aproximadamente duzentas pessoas participaram da passeata em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18/06), organizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Promoção Social em parceria com a Diretoria de Ensino da Região de Jales.  

Passeata01Participaram alunos das escolas estaduais EE “Profª Onélia Faggioni Moreira”, EE “Dom Artur Horsthuis”, EE “Prof. Carlos de Arnaldo Silva”, EE “Profª Sueli Silveira Marin Batista”, EE “Juvenal Giraldelli” e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), chamando a atenção dos jalesenses para o problema da violência contra crianças e adolescentes, especialmente o abuso e a exploração sexual. A ação faz parte da campanha “Faça Bonito. Proteja nossas Crianças e Adolescentes”. 

A passeata teve o seu ponto de partida na praça João Mariano de Freitas (praça do Jacaré), às 9h, percorrendo a avenida Francisco Jalles, passando pela avenida João Amadeu, rua 11 e rua 8, retornando pela Francisco Jalles, até o ponto inicial. 

Passeata05O prefeito Pedro Manoel Callado Moraes e o Secretário de Desenvolvimento e Promoção Social, Rogério Braz Avéqui, participaram da caminhada, juntamente com representantes da Diretoria de Ensino. 

O evento contou com o apoio do Conselho Tutelar, Centro de Referência de Assistência Social/CRAS, Centro de Referência Especializado de Assistência Social/CREAS, Fundo Social de Solidariedade, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiro de Jales. 

PMECs FORAM DESTAQUE

Passeata09Nota da diretoria de ensino informa que escolas estaduais do município de Jales pertencentes à Diretoria de Ensino/Região de Jales marcaram presença na passeata. Representantes da DER-Jales, Diretor de Escola, Professores e Professores Mediadores Escolares e Comunitários (PMECs) juntamente com alunos das escolas estaduais estiveram presentes. 

Destaque para a atuação dos PMECs que, ao longo dos últimos anos, nas escolas estaduais, desenvolvem importante trabalho nas situações de vulnerabilidade e risco social que crianças e adolescentes possam estar expostos. Os PMECs fazem parte do Sistema de Proteção Escolar (SPEC), implantado na rede estadual desde 2010. O SPEC desenvolve outros projetos nessa linha de proteção à criança e ao adolescente.  

Na DER-Jales, os projetos do SPEC são coordenados pela Supervisora de Ensino Meire Ap. B. Magalhães de Souza e pelo professor coordenador do Núcleo Pedagógico Paulo Sérgio Ferreira, que são gestores regionais do SPEC, com o apoio da Diretora do Núcleo Pedagógico Ana Paula de Oliveira Rúbio. 

A Dirigente Regional de Ensino Marlene Medaglia C. Jacomassi ressalta que esse trabalho é desenvolvido nas escolas estaduais dos 25 municípios da DER-Jales e, que parcerias com as instituições que trabalham com a proteção da criança e adolescente são sempre bem vindas.

JUSTIÇA ELEITORAL DE JALES VAI INVESTIGAR TÍTULOS SUSPEITOS

DSC01190-tribuna

O blog noticiou, na segunda-feira, que Santa Salete era a única cidade vinculada ao Cartório Eleitoral de Jales que tinha mais eleitores do que habitantes. A informação estava equivocada. Na verdade, Aspásia – onde o ex-fogueteiro Matogrosso quase foi prefeito – também vivencia esse estranho fenômeno. Os amigos leitores podem estar se perguntando: o Cartório Eleitoral não poderia ter evitado isso?

A resposta é não. Se o eleitor apresenta os documentos exigidos, os funcionários do Cartório não podem se negar a fazer o alistamento ou a transferência de um título. Eles podem, no máximo, avisar ao eleitor sobre os perigos de uma declaração falsa, por exemplo. E podem, também, pedir uma investigação, nos casos suspeitos.

E é o que está sendo feito. Segundo o blog apurou, a Justiça Eleitoral – mediante informação da chefia do Cartório – já determinou a investigação de cerca de 30 casos suspeitos. Os municípios não foram citados, mas é provável que Santa Salete e Aspásia tenham casos a ser investigados.

Um dos motivos que levaram os funcionários a suspeitar de possíveis fraudes: os eleitores poderiam comprovar a residência no município, através da apresentação de contas de luz, água, telefone, etc., mas grande parte deles preferiu apresentar declarações feitas pelos proprietários dos imóveis onde, supostamente, moram. Com um detalhe: boa parte das declarações foi preenchida por uma mesma pessoa, segundo indica a caligrafia.

Os quase 30 casos suspeitos poderão ser o fio da meada para se descobrir outros casos. A Polícia Federal poderá ser acionada e, se ficar comprovada alguma fraude, os autores poderão responder por crime de falsidade ideológica. Na região, já houve casos constatados em eleições passadas. E os envolvidos estão tendo dores-de-cabeça até hoje.

No jornal A Tribuna, do próximo final de semana, mais detalhes sobre as suspeitas e as investigações.

E POR FALAR EM BURACOS… VICINAL ‘VITÓRIO PRANDI’ PEDE SOCORRO

DSC01822-ed

A situação do asfalto das ruas e avenidas de Jales é mesmo caótica. Ontem, um médico me contou o caso de um cliente dele, que viajou mais de 1.000 quilômetros para chegar a Jales e não teve nenhum problema na estrada. Aqui em Jales, porém, ele teve um pequeno acidente – por conta de um buraco no asfalto – que causou avarias em seu carro.

Mas não são apenas as ruas de Jales que estão esburacadas. A vicinal “Vitório Prandi”, que liga Jales a Dirce Reis, por exemplo, está em frangalhos já há algum tempo. Transitar por ela, é quase uma aventura. Um dia desses, um amigo deste aprendiz de blogueiro, que arrumou uma namorada em Dirce Reis, ligou indignado com a falta de providências para tapar os buracos da vicinal.

Providências, na verdade, até que foram tomadas, mas, por enquanto, não saíram do papel. Em janeiro deste ano, o prefeito Pedro Callado convocou a imprensa ao seu gabinete para anunciar que o governador Geraldo Alckmin tinha autorizado o DER a fazer melhorias na “Vitório Prandi”. Transcorridos, no entanto, quatro meses, nada foi feito.

O presidente da Câmara, Tiquinho, que participou do anúncio, explicou que a obra ainda não saiu porque o DER não dispõe de recursos. A versão foi mais ou menos confirmada por Callado, hoje, durante entrevista ao Antena Ligada. O prefeito disse DSC00404-pqque às prefeituras de Jales e de Dirce Reis, só resta esperar, pois a obra é uma responsabilidade do DER.

Que o DER esteja sem dinheiro, é até compreensível. Principalmente depois de sabermos, por exemplo, que o órgão pagou R$ 2 milhões para uma empresa fazer a rotatória da rodovia “Euphly Jalles”, uma obra que sofre inundações toda vez que uma chuva mais forte cai aqui em Jales. Ou de sabermos que o órgão pagou R$ 552 mil pela construção das muretas da foto ao lado, na rodovia que liga Jales a Vitória Brasil.

Abaixo, dois trechos da vicinal “Vitório Prandi”:

DSC01826-ed

Neste trecho, um enorme buraco já toma conta quase que totalmente de uma das pistas

DSC01825-ed

E neste trecho, os veículos são obrigados a transitar na contramão.

FINALMENTE, PREFEITURA VAI COMEÇAR A TAPAR BURACOS NO ASFALTO

DSC01819-ed

Pouco mais de um mês depois de assinar um contrato com a empresa Cia Brasileira de Asfalto da Amazônia, com sede no Estado do Pará e filial em Caieiras-SP, para aquisição de massa asfáltica, parece que a Prefeitura vai, finalmente, iniciar uma operação tapa-buracos.

A novidade foi anunciada pelo secretário de Planejamento, José Magalhães Rocha, em entrevista radiofônica. Ele explicou que o material deve chegar nos próximos dias e o tapa-buracos poderá começar na próxima segunda-feira. O prefeito Callado deu a entender que a operação começará pela avenida “João Amadeu”, que se encontra em péssimas condições, como mostram as fotos abaixo.

A demora da Cia Brasileira da Amazônia na entrega da massa asfáltica ocorreu, segundo o secretário de Obras, por um problema técnico. Um equipamento quebrado, em Caieiras, estava impedindo a empresa de embarcar os produtos. Até o vice-prefeito de Caieiras foi acionado para pedir, junto à empresa, prioridade para o caso de Jales.

O contrato assinado no dia 14 de abril com a Cia Brasileira de Asfalto da Amazônia tem o valor de R$ 612,6 mil. Eis as fotos que mostram a situação de penúria do asfalto da principal entrada da cidade.

DSC01794

DSC01803-tribuna

DSC01801-tribuna

DSC01799-tribuna

SEMANA DA ENFERMAGEM É COMEMORADA NA SANTA CASA DE JALES

SANTA CASA DSCN4688

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa:

A 3ª Semana da Enfermagem realizada em comemoração ao dia do profissional da saúde foi realizada na última quarta-feira, 11 de maio, no Centro de Estudos do hospital. Todos os colaboradores foram convidados para participarem das comemorações.

Além de um café diferente oferecido aos funcionários durante todo o dia, os enfermeiros, auxiliares e técnicos participaram de sorteio de brindes que foram doados pela comunidade e teve também a participação do sindicato dos empregados em estabelecimentos de serviços de saúde de São José do Rio Preto.

A festividade estendeu-se também à população. Quem passou em frente ao hospital pode aferir a pressão arterial com uma equipe de estagiários do Etec, IEP e Unijales, bem como foi servido gratuitamente pipoca e algodão doce.

Para completar, a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar – CCIH, aproveitou a oportunidade para apresentar os ganhadores que participaram do concurso de frase, cujo tema estabelecido foi: Higienização das Mãos.

Analisado pela enfermeira do CCIH, Érica Caldeira, e o médico infectologista, Dr. Maurício F. Favaleça, o primeiro lugar ficou para a ouvidora, Thayrine F. Victorasso Soler, que ganhou um aparelho de DVD. A segunda colocação foi para o setor de faturamento com a frase da colaboradora Maita Nogueira Barbosa e em terceiro lugar Delvaci Trevisan do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, SESMT.

Participaram 34 colaboradores e os prêmios foram doados pelas empresas Açomac, Sindicato dos Motoristas de Jales, José Jucieldo, Julio Cavaglieri e Centro Regional de Imagem.

CALLADO DIZ, NAS ENTRELINHAS, QUE SERÁ CANDIDATO. MAS NÃO DESCARTA UM ACORDO COM FLÁ E GARÇA

O prefeito Pedro Callado esteve no rádio hoje e, como sempre, não confirmou claramente sua pré-candidatura, mas, nas entrelinhas, ficou mais ou menos claro que ele vai concorrer à reeleição. Callado alegou duas coisas que o induzem a ser candidato: uma ligação do Palácio dos Bandeirantes e o fato de “o lado de lá” já ter definido seus candidatos e já ter até um coordenador de campanha.

Por “lado de lá”, entenda-se Flá e Garça. Apesar da declaração, o prefeito não descartou a possibilidade de um acordo com o “lado de lá”, desde que haja “mais composição e menos imposição”. Callado disse que vai continuar conversando com os dois.

Ele negou, de outro lado, que já tenha definido o presidente da Câmara, Tiquinho, como seu companheiro de chapa. A negativa contraria informações que circulam pela cidade, vindas de mais de uma fonte, que confirmam a parceira com Tiquinho.

Por via das dúvidas, falei hoje com o próprio Tiquinho. Ele disse que Callado só não anunciou seu nome como vice por uma questão de estratégia. “Tem um pessoal que está querendo colocar o Tiago Abra como vice”, disse o vereador.

Tiquinho confirmou, porém, que já recebeu sinal verde do Paço para reunir os partidos que estão dispostos a apoiar sua candidatura a vice, para fechar um acordo. A reunião com esses partidos deve acontecer ainda hoje. Além do PSD, de Tiquinho, fariam parte o PT, o PEN, o PRB, o PDT, e o PV. Há quem diga, no entanto, que pelo menos dois desses partidos estão só fazendo jogo de cena.

Ainda segundo Tiquinho, o prefeito Callado se incumbiria de reunir os partidos  próximos ao PSDB, como é o caso do PP, de Tiago Abra. Aliás, sobre o PP corre um boato de que a direção estadual poderá, nas próximas horas, destituir a Executiva de Jales, presidida pelo empresário Luiz Henrique Moreira. Pessoas próximas a Moreira não acreditam nessa hipótese. Elas garantem que Moreira está com o prestígio em alta junto à cúpula do PP.

Aguardemos os próximos capítulos. 

POLÍCIA CIVIL PRENDE LADRÃO QUE JÁ ROUBOU MAIS DE R$ 1 MILHÃO

A notícia é do Informa Mais:

Na terça feira (17/5) uma atuação em conjunto entre a Polícia Civil de Santa Fé do Sul, Urânia, Palmeira D’Oeste e Sertãozinho com a finalidade de combater os furtos praticados nas referidas cidades prendeu o suspeito de furtos que totalizam R$ 1 milhão de prejuízo às vítimas.

Durante investigação entre os Setores de Investigação (SIGs) das referidas Delegacias de Polícia identificaram P.T.F., 32 anos, que teria praticado furtos mediante arrombamento em residências e subtraído um total de mais de um milhão de reais das vítimas. 

O investigado violava os portões das casas, mesmo contendo mecanismos de segurança, em seguida levava cofres, joias, dinheiro e outros bens de valor.

 O delegado Higor Vinicius Nogueira Jorge, da Delegacia de Polícia do Município de Santa Fé do Sul, informou que em razão das informações dos SIGs das Delegacias foi instaurado um inquérito policial e, em seguida, houve representação perante o Poder Judiciário de Santa Fé do Sul e foi deferido mandado de prisão preventiva do investigado e mandado de busca e apreensão na sua residência em Sertãozinho, região de Ribeirão Preto.

A atuação em campo da Polícia Civil levou o nome de “Forasteiro” porque o investigado praticava os crimes geralmente em localidades distantes da sua residência, em Sertãozinho, para evitar que fosse identificado pelos policiais, atuando como um “Forasteiro” em diversas localidades do Estado de São Paulo.

Segundo o delegado Targino Donizete Ozório, da Delegacia de Investigações Gerais de Sertãozinho, no decorrer do cumprimento do mandado de busca e apreensão houve a apreensão de grande quantidade de joias, celulares e outros objetos de valor no local.

O investigado foi preso em razão do mandado de prisão preventiva e levado para a Cadeia Pública de Jales.

A PEDIDO DO MPF EM JALES, JUSTIÇA BLOQUEIA BENS DE EX-PREFEITO E SERVIDORES DE SANTA ALBERTINA

Os prefeitos, quando estão no poder, vivem dizendo que não é fácil ser prefeito. Mas, ao que parece, difícil mesmo é ser ex-prefeito. A notícia é da assessoria de Comunicação do MPF:

talO ex-prefeito de Santa Albertina/SP Antônio Pavarini de Matos e dois servidores do município tiveram os bens bloqueados pela Justiça Federal após pedido do Ministério Público Federal em Jales, no interior de São Paulo. Os três são réus em ação de improbidade administrativa ajuizada pelo MPF por desrespeitarem a Lei de Licitações na compra de medicamentos e merenda escolar, entre outras irregularidades, com prejuízo de R$ 152,7 mil aos cofres públicos.

Entre 2009 e 2011, a Prefeitura de Santa Albertina adquiriu medicamentos e gêneros alimentícios por dispensa de licitação, sem cotação de preços e sem a formalização do processo administrativo exigido em lei. No caso da merenda escolar, a quantificação prévia das mercadorias necessárias foi feita com pouca precisão, o que levou ao fracionamento de despesas e ao consequente afastamento da obrigação de realizar o processo licitatório adequado em cada compra. Isso porque a Lei 8.666/1993 não exige o procedimento para aquisições de até R$ 8 mil.

“As dispensas procedidas de maneira irregular acarretaram danos à Administração, haja vista a compra de mercadorias sem que se procedesse às necessárias ‘concorrências’ para aferição do menor preço, fim maior do procedimento”, ressalta a ação da Procuradoria da República em Jales. Uma das empresas mais beneficiadas pela dispensa ilegal foi a Nakai e Nakai Ltda., que pertence ao pai e ao irmão do réu Edson Takeshi Nakai, assessor jurídico da Prefeitura.

Pedidos – O MPF pede a condenação de Antônio, Edson e Marcelo Cassim, chefe do Setor de Licitações, por atos de improbidade administrativa que geraram danos ao erário e atentaram contra os princípios da administração pública, como a imparcialidade e a legalidade. As sanções previstas na Lei 8.429/1992 para essas práticas incluem o ressarcimento integral dos prejuízos e o pagamento de multa, bem como a perda da função pública eventualmente exercida, a suspensão dos direitos políticos por oito anos e a proibição de contratar com o poder público pelo prazo de cinco anos.

Leia a íntegra da decisão. O número do processo é 0000040-59.2016.403.6124. Para consultar a tramitação, acesse http://www.jfsp.jus.br/foruns-federais/. Os réus também respondem à ação penal 0000341-40.2015.403.6124 por não observarem as formalidades pertinentes à dispensa de licitação.

ESTADÃO PEDE OPINIÃO DE WAGNER MOURA SOBRE FIM DO MINISTÉRIO DA CULTURA, MAS SE RECUSA A PUBLICÁ-LA

wagner moura

Por essa, nem o capitão Nascimento esperava. O jornal O Estado de São Paulo, o Estadão, pediu a opinião do ator Wagner Moura sobre a extinção do Ministério da Cultura, mas se recusou a publicar o que o ator escreveu. Abaixo, a opinião de Moura:

A extinção do Minc é só a primeira demonstração de obscurantismo e ignorância dada por esse Governo ilegítimo.

O pior ainda está por vir.

Vem aí a pacoteira de desmonte de leis trabalhistas, a começar pela mudança de nossa definição de trabalho escravo, para a alegria do sorridente pato da FIESP, que pagou a conta do golpe.

Começaram transformando a Secretaria de Direitos Humanos num puxadinho do Ministério da Justiça.

Igualdade Racial e Secretaria da Mulher também: tudo será comandado pelo cara que no Governo Alckmin mandou descer a porrada nos estudantes que ocuparam as escolas e nos manifestantes de 2013.

Sob sua gestão, a PM de São Paulo matou 61% a mais.

Sabe tudo de direitos humanos o ex-advogado de Eduardo Cunha, o senhor Alexandre de Moraes.

Mas claro, a faxina não estaria completa se não acabassem com o Ministério da Cultura, que segundo o genial entendimento dos golpistas, era um covil de artistas comunistas pagos pelo PT para dar opiniões políticas a seu favor (?!!!).

Conseguiram difundir essa imbecilidade e ainda a ideia de que as leis de incentivo tiravam dinheiro de hospitais e escolas e que os impostos de brasileiros honestos sustentavam artistas vagabundos.

Os pró-impeachment compraram rapidamente essa falácia conveniente e absurda sem ter a menor noção de como funcionam as leis (criadas no Governo Collor!) e da importância do Minc e do investimento em Cultura para o desenvolvimento de um país. É muito triste tudo.

Ontem vi um post em que Silas Malafaia comemorava a extinção “do antro de esquerdopatas”, referindo-se ao Minc. Uma negócio tão ignóbil que não dá pra sentir nada além de tristeza. Predominou a desinformação, a desonestidade e o obscurantismo.

Praticamente todos os filmes brasileiros produzidos de 93 para cá foram feitos graças à lei do Audiovisual. Como pensar que isso possa ter sido nocivo para o Brasil?!

Como pensar que o país estará melhor sem a complexidade de um Ministério que cuidava de gerir e difundir todas as manifestações culturais brasileiras aqui e no exterior?

Bradar contra o Minc e contra as leis (ao invés de contribuir com ideias para melhorá-las) é mais que ignorância, é má fé mesmo.

E agora que a ordem é cortar gastos, o presidente que veio livrar o Brasil da corrupção e seu ministério de homens brancos, com sete novos ministros investigados pela Lava Jato, começa seu reinado varrendo a Cultura da esplanada dos Ministérios… Faz sentido.

Os artistas foram mesmo das maiores forças de resistência ao golpe. Perdemos feio.

Acabo de ler que vão acabar também com a TV Brasil.

Ótimo. Pra que cultura?

Posso ouvir os festejos nos gabinetes da Câmara, nos apartamentos chiques dos batedores de panela, na Igreja de Malafaia e na redação da Veja:

“Acabamos com esse antro de artistazinhos comprados pelo PT! Estão pensando o que? Acabamos a mamata da esquerda caviar! Chega de frescura! Viva o Brasil!”

Trevas amigo… E o pior ainda está por vir.

CORPO DO MÉDICO JOSÉ RANULPHO É SEPULTADO EM JALES

A notícia é do Jornal de Jales:

Foi sepultado hoje, dia 16 de maio, às 13 horas, no cemitério municipal de Jales o corpo do médico José Ranulpho Tostes de Siqueira. Ele faleceu ontem, dia 15, de enfarte, em Fernandópolis onde morava.

O dr. José Ranulpho, que era viúvo, deixa os filhos José Ranulfo Filho e Tânia, quatro netos e dois bisnetos. Ele iria completar 94 anos no próximo dia 27 de maio.

O conhecido médico chegou em Jales em 1955 e trabalhou até meados dos anos 90 tanto em seu consultório quanto na Santa Casa.

PREFEITO DE SÃO PAULO PASSA TROTE EM COMENTARISTA ‘LAMBE BOTAS’ DA JOVEM PAN

images_cms-image-000497532

Marco Antônio Villa, um sujeito que se diz historiador, é o Alexandre Garcia da Jovem Pan. A notícia é do Brasil 247:

O prefeito de São Paulo, que é criticado diariamente pelo comentarista da Jovem Pan Marco Antonio Villa, inclusive chamado por ele de “vagabundo”, pregou uma peça nesta segunda-feira 16 em seu crítico.

A assessoria do prefeito publicou a agenda do governador Geraldo Alckmin (PSDB) no lugar da sua, a fim de observar as críticas de Villa, que seriam, nesse caso, direcionadas à agenda do tucano, sem que ele soubesse. O comentarista mordeu a isca e bateu duro.

“Este prefeito está destruindo a cidade de São Paulo. Hoje, por exemplo, 16 de maio, eu, como faço todo santo dia, fui abrir a agenda do prefeito. Qualquer um pode acessar. Está escrito o seguinte: a partir de 8h30 despachos internos e o resto está branco, branco, brando, branco, não há nada, nada, nada. Quando a gente brinca chamando ele de Jaiminho é para levar no bom humor a tragédia, porque no Brasil é assim. Ele (Haddad) é uma tragédia, é inexplicável, é uma desonra a São Paulo ter Fernando Haddad como prefeito”.

Detalhe: Marco Antonio Villa, que é funcionário da Fundação Padre Anchieta, do governo do Estado, nunca dá um pio sobre Alckmin. Em sua página no Facebook, Haddad explicou que fez a troca da agenda “apenas para vê-lo comentar, uma vez na vida, o dia-a-dia de quem ele lambe as botas”.

“Imagino que os cidadãos tenham o direito de saber quem desonra o jornalismo”, escreveu ainda o prefeito, que chamou Villa de “projeto de intelectual”. Leia a íntegra do post de Fernando Haddad:

TROTE NUM PSEUDOINTELECTUAL

Alguns de vocês já devem ter ouvido falar de um tal de Marco Antonio Villa, da Jovem Pan. Ultimamente, ele tem comentado minha agenda pública com o conhecimento de quem nunca administrou um boteco.

Acho graça. Mas, hoje, para que os ouvintes tenham uma pálida ideia deste embuste, resolvemos substituir, por algumas horas, a minha agenda pela de outro político, apenas para vê-lo comentar, uma vez na vida, o dia-a-dia de quem ele lambe as botas.

Peço desculpas se ofendo alguém pelo procedimento, mas sendo caluniado todos os dias por esse projeto de intelectual, imagino que os cidadãos tenham o direito de saber quem desonra o jornalismo.

Anexo o áudio dos comentários dele à “agenda” e a entrevista que dei a ele ano passado que talvez explique parte de seu desequilíbrio psicológico. E fica um recado: antes de criticar um livro recomenda-se sua leitura.

PEDRO CALLADO DEVE ANUNCIAR CANDIDATURA NA QUARTA-FEIRA. COM TIQUINHO DE VICE

callado tiquinhoFontes confiáveis garantem que o prefeito Pedro Callado(PSDB) esteve reunido nesta segunda-feira com dirigentes de vários partidos e, ao final, fechou um acordo que prevê sua candidatura à reeleição. O presidente da Câmara, Tiquinho(PSD), será o companheiro de chapa de Callado.

A novidade deverá ser anunciada oficialmente na quarta-feira, pelo próprio prefeito Callado, em entrevista radiofônica. Segundo as mesmas fontes, Callado terá o apoio de uma frente de nove partidos. Além do PSDB e do PSD, o acordo inclui PP, PRB, PDT, PTN e outros três partidos.

De acordo com as fontes, o PT – que não participou da reunião – também faz parte do arco de alianças, mas entraria apenas com sua chapa de candidatos a vereadores, já que o partido proíbe coligações majoritárias com o PSDB. Nesse caso, o PT faria uma coligação com o PSD para disputar cadeiras na Câmara.

Antes de fechar o acordo com o PSD e os demais partidos, Callado teria se reunido – na sexta-feira – com Flá Prandi e Garça, mas, após demoradas discussões, não houve consenso entre os três pré-candidatos.

MINISTÉRIO PÚBLICO AJUÍZA MAIS UMA AÇÃO CONTRA NICE E ASSESSORES. E JUSTIÇA DECRETA BLOQUEIO DE BENS

nice-sorrisoO Ministério Público de Jales ajuizou, na semana passada, mais uma ação civil pública – já é a sexta – em que a ex-prefeita Nice Mistilides aparece como investigada. A ex-prefeita está sendo acusada de dano ao erário, mas não está sozinha. A ex-secretária de Fazenda, Angélica Boletta, e seu ex-chefe de gabinete, Adriano Lisboa, além de duas empresas locais, também fazem parte do rol de acusados.

Dessa vez a encrenca é por conta dos gastos com a “Festa do Arroz” realizada durante a Facip 2014. A realização da Facip já estava terceirizada em 2014, mas a Festa do Arroz, a Feira do Verde e a Exposição de Animais ainda estavam sob o guarda chuva da Prefeitura. Para realizá-las, Nice e Angélica assinaram um cheque de R$ 68 mil. E foi aí que a porca torceu o rabo.

O cheque foi emitido em favor da então secretária de Agricultura, Sandra Gigante, nomeada para presidir a Comissão que cuidaria dos três eventos. Sandra, no entanto, declarou que nunca viu a cor desse dinheiro.

Segundo a peça acusatória, assinada pelo promotor Horival Marques de Freitas Júnior, a secretária Angélica e o chefe de gabinete Adriano eram, na verdade, “quem detinha o poder de comando, tomando as decisões necessárias à realização do evento”. Eles contrataram, sem licitação, várias empresas por valores próximos a R$ 8 mil.

Parte do dinheiro foi utilizada para fazer a decoração do camarote da prefeita, durante a Facip. Outra parte foi investida nos festejos de aniversário da cidade, embora a secretária Angélica tenha declarado que não havia gasto dinheiro público em tais festejos. Tudo isso, sem a devida prestação de contas.

Ainda de acordo com o promotor, uma das empresas contratadas – especializada em filmagens – teria recebido por serviços jamais prestados. E outra empresa – especializada em promoção de eventos – teria promovido a cobrança de valores superfaturados.

Nesta segunda-feira, o site do Tribunal de Justiça está publicando decisão da juíza Maria Paula Branquinho Pini, que recebeu a petição inicial – ou seja, aceitou a ação do MP – e concedeu liminar decretando a indisponibilidade dos bens dos acusados, até o valor de R$ 68,5 mil.

TRIBUNAL DO JÚRI VOLTA A SE REUNIR NA QUARTA-FEIRA PARA JULGAR TENTATIVA DE HOMICÍDIO

maria paula4O Tribunal de Júri de Jales volta a se reunir nessa quarta-feira, 18, sob a presidência da juíza Maria Paula Branquinho Pini (foto), para julgar um caso de tentativa de homicídio ocorrida, se não me falha a memória, no conjunto “Dercílio Joaquim de Carvalho”.

Segundo a acusação, JCMS, depois de rápida discussão, deu um tiro contra seu vizinho, Francisco, que só não foi atingido porque a mãe do acusado, que acompanhava a discussão, interviu na hora do disparo, empurrando o braço do filho e fazendo com que ele errasse o alvo. O tiro foi dado a menos de meio metro da vítima.

O acusado alega legítima defesa, pois, segundo ele, Francisco teria partido em sua direção com a intenção de agredi-lo. Alega também que Francisco – que era patrão da convivente de JCMS – teria ofendido sua companheira com palavras de baixo calão, depois que ela decidiu deixar o emprego.

Francisco, de seu lado, desmente as supostas ofensas à convivente do acusado e garante que só conversou com ela sobre acertos trabalhistas. Ele garante que nunca teve desentendimentos anteriores com o vizinho e que foi pego de surpresa quando o viu armado, pois achava que JCMS queria apenas para conversar a respeito do acerto trabalhista de sua convivente. 

DE VOLTA AO COMEÇO: IRINEU DE CARVALHO RETORNA AO RÁDIO

irineu de carvalho

Depois de dez anos longe dos microfones, o ex-vereador e ex-secretário de Esportes (administração Parini), Irineu de Carvalho, está de volta ao rádio. Desde a semana passada, ele divide a bancada do “Galo nos Esportes“, na Rádio Nova Cultura, com o radialista César Lima. O programa vai ao ar das 12 às 13 horas.

Narrador esportivo vibrante – da escola do saudoso Haroldo Fernandes, da extinta Rádio Tupi – o trepidante Irineu já deve estar fazendo exercícios vocais para voltar às narrações.

Em 2006, ele deixou a Rádio Assunção para assumir a Secretaria Municipal de Esportes, onde ficou até 2012. Antes, já tinha sido vereador pelo PSDB – entre 2001 e 2004 – tendo inclusive chegado à presidência da Câmara Municipal. Em 2004, foi candidato a vice-prefeito, na chapa de Nice Mistilides.

Em 2012, Irineu foi eleito para o Conselho Tutelar, onde permaneceu até o início de 2016. Atualmente no PPS, ele manifestara a amigos a vontade de se candidatar mais uma vez a um cargo de vereador. 

Se mantiver a intenção de tentar voltar à Câmara, Irineu terá que se afastar novamente dos microfones. A lei eleitoral prevê que apresentadores e locutores de rádio e TV devem se afastar de suas funções três meses antes das eleições.

1 2 3 4 5 620