CASO PADULA: BETTO MARIANO ENTREVISTA DELEGADO BIAZI E ADVOGADO DE DEFESA DE CLAYTON

biazi

O intrépido Betto Mariano entrevistou o delegado Sebastião Biazi sobre o resultado da necropsia feita no corpo do pecuarista e comerciante João Antônio Padula, que confirmou a caneta como a “arma” que causou a morte da vítima. A entrevista pode ser vista aqui.

Betto entrevistou, também, o advogado Aislan Queiroga Trigo, que está atuando na defesa do colega Clayton Colavite. Aislan explica, em detalhes, como foi o desentendimento e a luta corporal entre Padula e Clayton. A entrevista com Aislan está dividida em duas partes, que podem ser vistas aqui e aqui.

NICE PARTICIPA DE ENCONTRO REGIONAL DO PTB E REAFIRMA INTENÇÃO DE SER CANDIDATA

nice ptb

A ex-prefeita Nice Mistilides participou, no sábado passado, de um encontro regional promovido pelo seu partido, o PTB, em São José do Rio Preto, para discutir legislação eleitoral. A ex-assessora de Nice, Ivani Franco Pereira, postou fotos do encontro em sua página, no facebook, como se pode ver acima.

O detalhe é que, segundo fontes fidedignas, Nice teria reafirmado, durante o tal encontro, sua disposição em disputar o pleito eleitoral de outubro para tentar reaver a cadeira de prefeito que lhe foi tomada pela Câmara.

Além da ex-prefeita e da ex-assessora Ivani, participaram do encontro o decano do PTB local, João Nogueira, e o ex-secretário de Comunicação do governo Nice, Bruno Guzzo.

POLÍCIA FEDERAL DE JALES APREENDE 204 QUILOS DE COCAÍNA EM CAMINHÃO

PF d591765b-6ef2-4b1c-8dbc-1ff814a1d218

A notícia é do portal do Colombo, o Informa Mais:

Policiais federais de JALES apreenderam na tarde desta terça-feira (21), em barreira policial no Posto Fiscal da divisa de São Paulo com Mato Grosso do Sul, no município de Aparecida do Tabuado/MS, aproximadamente 204 quilos de cocaína que eram transportados em um caminhão bitrem.

O motorista, que não teve o nome divulgado, foi preso e levado à sede da PF em Jales. A droga e o caminhão foram apreendidos. Estima-se que a droga tenha o valor de pelo menos dois milhões e meio de reais.

E agora, informações oficiais da assessoria de imprensa da Polícia Federal de Jales:

PF IMG-20160622-WA0025O motorista do caminhão, J.C.S., 60 anos, morador de Cáceres/MT foi abordado em barreira policial da PF. Após busca minuciosa no caminhão os federais localizaram vários sacos que acondicionavam os tabletes de cocaína.

O preso declarou aos policiais que iniciou a viagem a partir do município de Cáceres/MT e teria como destino o município de Santa Gertrudes/SP onde carregaria o caminhão com pisos e azulejos que seriam transportados até o Mato Grosso. Todas as informações obtidas serão investigadas pela PF.

As ações de prevenção e repressão da PF ao tráfico de drogas na região de Jales/SP, que contempla as divisas de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais continuarão. O objetivo principal é combater o tráfico de drogas e armas e o contrabando praticado por criminosos que utilizam a rota da região da tríplice fronteira MS/MG/SP como opção de transporte.

O preso foi conduzido à sede da Polícia Federal de Jales/SP e posteriormente será custodiado em presídio da região onde permanecerá à disposição da justiça. Ele responderá pelo crime de tráfico de drogas e está sujeito à pena de até 15 anos de reclusão.

PREFEITURA DIVULGA RESULTADO PRELIMINAR DE CONCURSO PÚBLICO

concurso-resultado

A notícia é da Secretaria Municipal de Comunicação:

A Prefeitura de Jales divulgou no jornal oficial do Município e no site www.jales.sp.gov.br/concursos o resultado preliminar do Concurso Público realizado para preenchimento de 125 vagas de nível médio e superior, distribuídas para os cargos de agente de organização escolar (20 vagas), agente de educação infantil (70 vagas), educador de Emei (30 vagas) e secretário de escola (5 vagas).

Ao todo, o certame registrou 2.530 candidatos inscritos. Os salários variam entre R$ 899,61 e R$ R$ 1.628,85, conforme a função exercida e a jornada a ser desempenhada é de 40 horas semanais.

A classificação dos candidatos se deu por meio de uma prova objetiva, aplicada no dia 5 de junho. O concurso tem validade de dois anos e pode ser prorrogado por mais dois anos.

CALLADO NÃO SE LEMBRA, MAS ADMINISTRAÇÃO PARINI CONSTRUIU TRÊS ESCOLAS COM RECURSOS DO MUNICÍPIO

DSC01540A-ed

Em entrevista recente ao programa Antena Ligada, o prefeito Pedro Callado disse – sem sofrer contestações – que não se lembra de que, nas últimas administrações, a Prefeitura de Jales tenha construído alguma creche com recursos próprios.

Callado cometeu uma imperdoável injustiça com o nosso premiado estadista, o ex-prefeito Humberto Parini. A creche da foto acima, – batizada EMEI “Gema Prandi Rosa”, no São Judas Tadeu -, por exemplo, foi construída na administração Parini/Viola com recursos do próprio município. Coisa de R$ 800 mil.

Esse não é o único exemplo: a creche do Jardim Municipal, próxima à Facip, custou cerca de R$ 500 mil, também de recursos próprios. No JACB, Parini levantou uma Escola Municipal, a EM “Iracema Pinheiro Candeo – Lola”, também por R$ 500 mil.

Saindo da seara da Educação, o ex-prefeito construiu, se não me engano, pelo menos dois postos do programa ESF – do Arapuã e do Roque Viola – também com recursos próprios. E o prédio onde hoje funciona a Secretaria de Saúde, que custou cerca de R$ 400 mil, teve cerca de R$ 250 mil em recursos próprios.

Estou citando de orelhada as obras do estadista e respectivos valores, de forma que, por fraca, minha memória pode ter me levado a algum engano ou esquecimento.

Não custa lembrar, também, que em alguns anos da administração Parini a inflação subia coisa de 4% a 6%, ao ano, enquanto os repasses com FPM e ICMS cresciam entre 12% e 15%, o que não ocorre agora. Além disso, no final de 2007, Parini teve um considerável reforço de caixa, ao vender a exclusividade da Folha de Pagamento da Prefeitura para o Santander, por R$ 4 milhões.  

TCE MUDA DECISÃO QUE CONDENAVA SANTA CASA A DEVOLVER R$ 576 MIL AO CONSIRJ

O Tribunal de Contas do Estado(TCE), acolheu um recurso (embargos de declaração) dos advogados da Santa Casa de Jales e reformou sentença proferida em fevereiro de 2015 pelo conselheiro Antonio Roque Citadini, que havia condenado (aqui) o hospital a devolver R$ 576 mil aos cofres públicos.

A devolução referia-se aos valores repassados à Santa Casa pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região de Jales – Consirj – durante o ano de 2011, para ajudar no pagamento dos médicos que trabalhavam no plantão à distância.

Na ocasião, o conselheiro registrou que os serviços prestados pelos médicos não estavam sendo fiscalizados pelo Consórcio, conforme estabelecia o convênio, e julgou irregular a prestação de contas.

Na nova decisão, publicada no Diário Oficial de sábado, 18, o mesmo Citadini concordou com os argumentos dos advogados da Santa Casa e alterou seu entendimento sobre a prestação de contas, julgando-a regular e livrando o hospital da devolução dos R$ 576 mil.

Nem tudo, porém, são flores. Mesmo julgando regular a prestação de contas, o conselheiro Citadini, sabe-se lá por quais razões, não concordou com o procedimento adotado no pagamento dos plantões de uma médica e está insistindo na devolução do dinheiro – coisa de R$ 47 mil – que foi pago a ela.

É provável que a Santa Casa continue recorrendo. De qualquer forma, R$ 47 mil já é bem menos que os R$ 576 da condenação inicial.

POLÍCIA RODOVIÁRIA APREENDE QUASE MEIA TONELADA DE MACONHA EM JALES

A notícia é do Diário da Região:

Tráfico%20JalesTrês pessoas foram presas e quase meia tonelada de maconha foi apreendida pela Polícia Rodoviária Estadual, na manhã desta terça-feira, dia 22, na rodovia  Euclides da Cunha (SP-320), em Jales. 

Segundo informações da polícia, um veículo suspeito, um Honda Civic, foi abordado no quilômetro 588. A droga, dividida em tabletes, que somaram 492,260 quilos de maconha, estava no porta-malas do carro.

O trio disse à Polícia que trazia a droga de Mato Grosso do Sul e a entregaria em São José do Rio Pardo. Os três acusados, a droga e o carro foram encaminhados para a Polícia Federal de Jales.

Ainda de acordo com a polícia, o Civic havia sido oubado em Rio Claro, no mês de maio.

GLOBO CITA LIGAÇÃO DE AÉCIO COM BANCO DA PROPINA

images_cms-image-000503720

A coisa não está boa para Aécio. Nem a Globo está escondendo as notícias desfavoráveis ao ex-candidato das elites. A notícia é do Brasil 247:

A descoberta de que a Odebrecht mantinha um banco no exterior, em sociedade com o grupo Petrópolis, da cervejaria Itaipava, para realizar pagamentos de natureza política, pode esclarecer o conteúdo do listão da empreiteira, apreendido na Operação Xepa, uma das etapas da Lava Jato.

Com o vazamento da lista, surgiram indícios de que a Odebrecht distribuiu pelo menos US$ 117 milhões para o pagamento de propina entre 2008 e 2014. A novidade é que, agora, o operador Vinícius Veiga Borin revelou que a compra do Meinl Bank, pela Odebrecht e pelo empresário Walter Faria, do grupo Petrópolis, visava facilitar o pagamento de propinas.

Na reportagem desta segunda-feira, o jornal O Globo cita Aécio como um dos beneficiários dessas doações. “O delator não envolve diretamente a cervejaria no esquema, só informa que era sócia da Odebrecht no banco e que distribuidoras de bebidas ligadas ao grupo Petrópolis fizeram doações eleitorais. Na 23a. etapa da Lava-Jato, foi achada com um diretor da Odebrecht planilha em que essas empresas aparecem fazendo doações a políticos, entre eles Aécio Neves (PSDB-MG).”

O Globo se refere à empresa Leyroz, que doou R$ 1,6 milhão a Aécio e ao PSDB em 2010, no ano em que ele concorreu ao Senado Federal, após dois mandatos como governador de Minas. À época, Aécio declarou que as doações foram legais e declaradas ao Tribunal Superior Eleitoral.

ENTIDADE DIRIGIDA POR PADRE ACEITA ASSUMIR HOSPITAL DE CÂNCER DE FERNANDÓPOLIS

A notícia é do Diário da Região:

A Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus, do Frei Francisco de Jaci, aceitou assumir a administração da filial do Hospital do Câncer em Fernandópolis. A parceria foi fechada nesta segunda-feira, dia 20, com a Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo.

A associação de Jaci é uma Organização Social de Saúde (OSS) que já atua no gerenciamento de unidades de saúde do governo do Estado no interior paulista, como os hospitais estaduais e os AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) de Rio Preto e de Presidente Prudente, por meio de  contratos de gestão firmados com a pasta estadual.

A OSS informou à Secretaria ter condições de assumir a unidade de Fernandópolis imediatamente, e com o compromisso de que não haverá alteração no quadro de funcionários ou interrupção no atendimento prestado à população. Também ficou acertado que não haverá qualquer repasse de verba. Isso porque a unidade já tem pedido de credenciamento de seus serviços junto ao Ministério da Saúde.

O prédio onde hoje funciona a unidade pertence à Associação de Voluntários de Combate ao Câncer (AVCC), que em 2012 doou o imóvel à Fundação Pio XII, do Hospital do Câncer de Barretos, com a condição de que ela mantivesse um serviço de saúde ali.

Caso a Fundação deixe de gerir a unidade ambulatorial, a AVCC retoma o imóvel e poderá cedê-lo à Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus, por comodato ou doação, para que o ambulatório continue funcionando normalmente. A associação firmaria também um convênio com o município de Fernandópolis para a gestão do serviço, nos mesmos moldes do que já acontece hoje com a Fundação Pio XII.

A OSS responsável pelo Hospital Estadual de Rio Preto também concordou em assumir a unidade ambulatorial de Fernandópolis sem a necessidade de que o Estado faça aportes adicionais de recursos. A associação utilizará ferramentas de otimização de custos e gestão racional para garantir o funcionamento da unidade com os repasses que ela já recebe do governo estadual.

A direção da Fundação Pio XII anunciou no início deste mês que iria fechar a unidade de Fernandópolis por não receber recursos do SUS (Sistema Único de Saúde).

JALES FARÁ MANIFESTAÇÃO AMANHÃ CONTRA FECHAMENTO DO HOSPITAL DE CÂNCER DE FERNANDÓPOLIS

A notícia é do Região Noroeste:

A cidade de Jales sediará nesta terça-feira(21) pela manhã uma manifestação contra o fechamento da unidade do Hospital do Câncer de Fernandópolis.

A concentração “Acorda Jales” acontecerá às 7h, na Praça do Jacaré. Em seguida, às 8h, sairá uma carreata da Praça até a unidade do HC de Jales.

Na tarde de hoje, o RN informou que a unidade do Hospital do Câncer na cidade será fechada nesta semana. De acordo com informações do portal A Voz das Cidades, os aparelhos já estão até sendo transportados para Jales.

O fechamento ocorre mais de 20 dias depois do anúncio oficial feito pelo presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata, que inclusive pôs a culpa no governador Geraldo Alckmin pela situação.

“Até um ano e meio atrás, o governador Geraldo Alckmin cumpria tudo que falava, mas de lá para cá não está cumprindo nada. O credenciamento no SUS da unidade de Jales e Fernandópolis depende do governo do Estado de São Paulo, mas faz cinco anos e só agora que pediram pra Jales. O governador não está interessado com a situação da saúde em Fernandópolis”, manifestou Prata à época.

O Estado, por sua vez, reagiu e desmentiu as acusações de Prata, colocando a culpa pelo fechamento no Governo Federal. 

TIQUINHO DIZ QUE CANDIDATURA ÚNICA É ENGANAÇÃO. E BOATOS DIZEM QUE NICE JÁ O CONVIDOU PARA SER VICE DELA

tiquinho e matogrossoNesta segunda-feira, o presidente da Câmara, Nivaldo Batista de Oliveira, o Tiquinho, deu entrevista ao intrépido repórter do Jornal do Povo, Tony Ramos, na qual criticou as supostas tentativas de um acordão envolvendo uma candidatura única a prefeito de Jales, nas eleições deste ano.

Para Tiquinho, a balela sobre candidatura única é um desrespeito para com os eleitores. “Isso é uma enganação. Uma covardia com a população. Esse assunto já está cansando até vocês da imprensa”,  afirmou o vereador. O desabafo de Tiquinho é um claro ataque às notícias sobre  supostas tentativas de acordo entre os pré-candidatos Flá, Garça e Callado.

Tiquinho aproveitou para, mais uma vez, lançar seu nome como pré-candidato a prefeito. Ele garantiu que seu grupo é integrado por nada menos que oito partidos. O vereador não citou, no entanto, quais seriam esses partidos. É possível que, além do PSD, ele esteja contando com PT, PDT, PTN e o PRB, do irrequieto ex-lateral direito do Dom Bosco de Cuiabá, Lauro Figueiredo, o Matogrosso.

Tiquinho não falou nada sobre o assunto, mas, nos bastidores, comenta-se que a ex-prefeita Nice Mistilides teria convidado o presidente da Câmara para ser o vice dela. Segundo os rumores que correm, Nice vai mesmo para a disputa e até já anda procurando um candidato a vice pra chamar de seu.

EDSON CELULARI É DIAGNOSTICADO COM CÂNCER E INICIA TRATAMENTO

edson celulari

A notícia é do Estadão:

O ator Edson Celulari, de 58 anos, foi diagnosticado com linfoma não-Hodgkin. O câncer é o mesmo que acometeu a presidente afastada Dilma Rousseff e Luiz Fernando Pezão, governador do Rio de Janeiro.

celulari-g1Celulari levou um susto com o diagnóstico e já deu início ao tratamento. Em seu Instagram, ele publicou uma foto careca e com uma mensagem para os fãs:

“Reuni minhas forças, meus santos, um punhado de coragem, coloquei tudo numa sacola e estou indo cuidar de um linfoma não-Hodgkin. Foi um susto, mas estou bem e ao lado de pessoas amadas. Com determinação e fé, sairei deste tratamento ainda mais forte”, escreveu o ator em seu perfil na rede social. 

Este tipo de câncer é considerado raro e mais incidente em pessoas acima dos 60 anos de idade. Seu tratamento pode incluir sessões de quimioterapia e radioterapia.

FUNKEIRO QUE DIVULGOU ÁUDIO COM OFENSAS E AMEAÇAS A POLICIAIS É CONDENADO PELA JUSTIÇA DE JALES

O funkeiro Anderson Ferreira Adriano, de 22 anos, conhecido como “Mc Andinho” foi condenado pela juíza da 4ª Vara Judicial de Jales, Maria Paula Branquinho Pini, a cinco anos e seis meses de detenção em regime inicial semiaberto. Na mesma sentença, a juíza decretou, ainda, a prisão preventiva de Andinho, para garantia da ordem pública.

O mandado de prisão do funkeiro – que encontra-se recolhido na cadeia de Guarani D’Oeste – foi cumprido na quarta-feira da semana passada, segundo informações da Polícia Civil.

Em fevereiro de 2015, “Mc Andinho” gravou e divulgou na internet áudios onde canta dois funks de sua autoria com ameaças e ofensas a pelo menos seis policiais militares e cinco policiais civis, incluindo o subcomandante Alex Tominaga e o delegado Sebastião Biazi.

Nos funks, com letras improvisadas e repletas de palavrões, o inspirado compositor canta versos recheados de rimas ricas, como “vai pra puta que pariu… vamo pegá o arrombado da civil…”. Em alguns trechos de sua “música”, Andinho garante que “nóis é PCC“, ou “nóis é Beira-Mar“, e fala em dar tiros em policiais. Um deles, diz o funk, seria “fuzilado igual peneira“.

Os policiais se disseram ofendidos e alvos de deboche. O advogado de defesa afirmou que os versos do funkeiro possuíam “conotação artística”. O funkeiro disse, em depoimento, que possui uma carreira consolidada como “Mc” e atribuiu as duas composições a “uma atitude de impulso, inflamada pela raiva”. Ele alegou, ainda, que era menor de idade à época das gravações, mas perícias provaram que ele já tinha mais de 20 anos quando os áudios foram gravados.

Para a juíza, ficou cristalina a intenção de desacatar os policiais. Ela registrou, ainda, que os versos do funkeiro ficaram no limiar entre a ameaça e a ofensa. A magistrada justificou a decretação da prisão preventiva, destacando que a repercussão negativa do primeiro áudio “não desmotivou o réu em sua empreitada criminosa”, uma vez que, logo em seguida, ele produziu novo áudio com ofensas, exclusivamente, a um sargento da PM.

O caso do funkeiro teve ampla repercussão na mídia, no início do ano passado. Matéria do Diário da Região, de 20.02.15, incluindo um vídeo/áudio, pode ser vista aqui.

JORNAL DE JALES: CALLADO, FLÁ E GARÇA CONTINUAM TENTANDO ACORDO

DSC01922Na capa do Jornal de Jales deste domingo a principal manchete é para mais um desabafo do diretor da Fundação Pio XII, Henrique Prata, em pronunciamento feito minutos antes do show com Chitãozinho e Xororó, na quarta-feira, 15. Prata, mais uma vez, não poupou críticas ao secretário estadual de Saúde, David Uip, que estaria fazendo corpo mole para solicitar o credenciamento das unidades do Hospital de Câncer de Jales e Fernandópolis, junto ao SUS. Segundo Prata, o secretário de Alckmin não teria ficado satisfeito com o apoio que ele deu ao programa “Mais Médicos”, do governo federal.

O empréstimo de R$ 4 milhões obtido pelo prefeito Callado junto à Agência Desenvolve SP também está sendo destacado pelo jornal. Segundo a matéria, “houve uma grande força tarefa para que o convênio pudesse ser assinado, com a participação da deputada estadual Analice Fernandes(PSDB)”. A matéria diz, também, que a Prefeitura terá 12 meses de carência para iniciar o pagamento do empréstimo, cuja taxa de juros é de 0,76% ao mês.

A condenação a 5 anos e 6 meses de reclusão e a prisão preventiva do “Mc Andinho”, autor de áudios contra policiais; o caso do advogado Clayton Colavite, cuja prisão preventiva ainda não foi revogada e depende agora do julgamento do mérito de um habeas corpus; e as últimas novidades da Câmara Municipal, onde os vereadores questionam onde andam os recursos destinados à Festa da Uva e do Mel, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está informando que os pré-candidatos Flávio Prandi(DEM), Pedro Callado(PSDB) e José Devanir Rodrigues(PMDB) continuam conversando em busca de entendimento. Segundo o colunista, os três personagens participaram de mais uma rodada de negociações, realizada na quarta-feira, 15, no escritório do tucano José Pedro Venturini, na sede da Indústria Venturini.

DONO DE HELICÓPTERO COM COCAÍNA É NOMEADO NO MINISTÉRIO DO ESPORTE

charge jarbas diário de pernambuco

A charge é do Jarbas, para o Diário de Pernambuco. E a notícia é do Brasil 247:

O ex-deputado estadual de Minas Gustavo Perrella foi nomeado nesta sexta-feira, 17, no Ministério do Esporte, para o cargo de Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor.

Filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG), um dos representantes da bancada da bola no Congresso, Gustavo Perrella teve um helicóptero de sua empresa apreendido pela Polícia Federal com 445 kg de cocaína, em 2013. 

images_cms-image-000503287A apreensão do helicóptero foi parte de uma operação da PF que revelou uma organização criminosa comandada por empresários brasileiros era responsável pelo transporte de cocaína das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) da Venezuela para Honduras.

Na ocasião, o piloto do helicóptero, Rogério Almeida Antunes, que foi detido em flagrante, era funcionário do gabinete de Gustavo Perrella na Assembleia de Minas e foi exonerado após o episódio.

Gustavo Perrella chegou a ser investigado pela Polícia Federal, que concluiu que ele não teve envolvimento com o tráfico de drogas, pois o piloto teria pego a aeronave sem o conhecimento da família. 

1 2 3 4 5 630